Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Arquivo/Estadão
Arquivo/Estadão

São Paulo emite nota de pesar pelo falecimento de Waldir Peres, ídolo do clube

Com passagem pela Ponte Preta e pela Seleção Brasileira, ex-goleiro faleceu aos 66 anos na tarde deste domingo

Estadao Conteudo

23 de julho de 2017 | 18h58

O São Paulo emitiu no início da noite deste domingo uma nota - publicada no site oficial do clube - na qual lamenta a morte do ex-goleiro Waldir Peres, de 66 anos, ídolo do clube, que defendeu entre os anos 1970 e 1980, período em que chegou também à seleção brasileira.

O texto enfatiza o começo da trajetória do goleiro no time tricolor, em 1973, vindo da Ponte Preta. Foram 11 anos vestindo a camisa 1 do São Paulo. Waldir Peres fez 617 jogos pelo clube do Morumbi até 1984, sendo superado somente por Rogério Ceni, que atuou 1.237 vezes pela equipe em quase 20 anos de carreira.

Waldir Peres obteve 300 vitórias pelo São Paulo e teve como maior conquista o título do Campeonato Brasileirão de 1977, decidido nas cobranças de pênaltis contra o favorito Atlético Mineiro, no estádio do Mineirão lotado, em Belo Horizonte. O texto divulgado pelo clube são-paulino também exalta os títulos paulistas que o goleiro ganhou em 1975, 1980 e 1981.

"Mesmo após se aposentar, Waldir Peres nunca deixou de frequentar o São Paulo Futebol Clube, sempre presente, seja assistindo partidas ou recebendo justas homenagens pela carreira de atleta", enfatizou a nota.

Histórico goleiro da equipe do Morumbi, Waldir Peres morreu ao passar mal durante um evento familiar no interior de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.