AssCom Dourado
AssCom Dourado

São Paulo empata o quinto jogo seguido e Volpi evita derrota para o Cuiabá

Mais uma vez, o sistema ofensivo do tricolor paulista se mostrou pouco criativo

Paulo Fávero, Estadão Conteúdo

11 de outubro de 2021 | 22h15

O São Paulo chegou ao quinto empate seguido no Campeonato Brasileiro, ao ficar no 0 a 0 com o Cuiabá, no encerramento da 25ª rodada, e não consegue subir muito na tabela de classificação. Esse jejum de vitórias deixa o ambiente mais pesado, principalmente para o técnico Crespo. Não fosse o goleiro Tiago Volpi, o time teria sido derrotado na Arena Pantanal nesta segunda-feira.

Com uma forte marcação na saída de bola, o Cuiabá acuou o São Paulo desde os primeiros minutos e não dava espaço para a criação de jogadas. E com isso foi tendo chances, a melhor delas quando Max recebeu livre e tentou tirar do alcance de Volpi, mas a bola acabou indo para fora com muito perigo.

O meio de campo tricolor não funcionava e Rigoni era o único que ainda tentava boas jogadas ofensivas. Só que o resto de seus companheiros pouco contribuíam. O atacante até teve uma cabeçada para fora, mas pouco depois sentiu o músculo posterior da coxa esquerda e precisou ser substituído.

Apagado, Luciano não conseguia ajudar na criação das jogadas e Calleri estava muito isolado na frente. Até por isso a defesa ficava sobrecarregada e a todo momento Miranda e o goleiro Volpi precisavam salvar o time e tentar passar tranquilidade para seus companheiros, a fim de tentar colocar as coisas no eixo.

A etapa final começou na mesma toada do primeiro tempo, com o Cuiabá pressionando. Logo aos 2 minutos Felipe Marques chutou e obrigou Volpi a fazer ótima defesa. Logo depois foi a vez de Pepê arriscar e exigir novamente atenção de Volpi, que salvou novamente o São Paulo.

Percebendo que o time não encaixava, o técnico Hernán Crespo promoveu algumas mudanças na equipe e o São Paulo melhorou. Passou a jogar mais pelos lados do campo e quase abriu o marcador com Luciano, que mandou para o gol quase que de bicicleta e Walter pegou.

A partir daí o jogo ficou mais aberto, mas o time paulista também ficou mais exposto aos contra-ataques. Mas em noite inspirada, Volpi fez duas defesas aos 30 minutos que evitaram o gol da equipe da casa. A primeira quando defendeu o chute de Felipe Marques e depois ao espalmar uma cabeçada de Paulão.

Depois do susto, o São Paulo retomou as rédeas do confronto, principalmente após a entrada de Benítez. O meia tentou armar as jogadas do time e a todo momento era parado com faltas. Nos acréscimos, o time teve uma boa chance em cobrança de falta na entrada da área, mas Igor Gomes mandou por cima.

FICHA TÉCNICA:

CUIABÁ 0 x 0 SÃO PAULO

CUIABÁ: Walter; João Lucas, Alan Empereur, Paulão e Uendel; Auremir, Pepê (Rafael Gava) e Camilo (Jonathan Cafu); Clayson (Felipe Marques), Jenison (Elton) e Max. Técnico: Jorginho.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Gomes, Miranda, Léo e Welington; Luan (Liziero), Rodrigo Nestor (Benítez) e Gabriel Sara (Rojas); Luciano, Calleri (Gabriel Neves) e Rigoni (Marquinhos). Técnico: Hernán Crespo.

Juiz: Anderson Daronco (RS).

Cartões amarelos: Jonathan Cafu (3º), Auremir, Marquinhos e Igor Gomes.

Público: 13.007 pagantes.

Renda: R$ 602.833,00.

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.