São Paulo emperra vinda de Emerson

A diretoria do São Paulo continua trabalhando a passos de tartaruga. O diretor de futebol José Dias não fechou acordo com a Portuguesa, para trazer Emerson, o tão sonhado zagueiro que o técnico Nelsinho Baptista contava para reforçar a equipe na Copa dos Campeões, e os "caras novas" que vão a Maceió são os inexpressivos Lino e Douglas.O prazo para se reforçar para a Copa dos Campeões venceu nesta segunda-feira, e novos contratados, só para o Campeonato Brasileiro. A novela Emerson continua. Candinho pretende contar com Fabiano ou Souza, porém, não deve ter sucesso. Nelsinho não libera o volante e o salário do meia é fora dos padrões da Lusa.A "novidade", será o goleiro Rogério Ceni. Ele vinha reivindicando um aumento e poderia ser o grande desfalque Tricolor. Em conversa com Dias, entraram em acordo e o jogador enfrenta o Sport, sem o desejado aumento. Sem reforços, o volante Daniel, 19 anos, será opção para a defesa. No meio, Fábio Simplício ganha a posição de Souza.

Agencia Estado,

18 de junho de 2001 | 18h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.