Érico Leonan / São Paulo
Érico Leonan / São Paulo

São Paulo encaminha empréstimo do atacante Diego Souza para o Botafogo

Jogador de 33 anos deve acertar com o clube carioca contrato até o fim da temporada

Redação, O Estado de S. Paulo

07 de março de 2019 | 13h19

O São Paulo está perto de fechar a ida do atacante Diego Souza para o Botafogo, do Rio. Os dois clubes têm acordo verbal pelo jogador, que nos próximos dias deve selar sua transferência para a equipe carioca, em contrato de empréstimo de uma temporada. O próprio atleta também está interessado pela oportunidade e já combinou a parte financeira da negociação. Diego Souza é reserva hoje no São Paulo.

A possível saída de Diego Souza agrada ao São Paulo pelo plano do clube de reduzir a folha salarial mensal. O jogador de 33 anos tem um dos salários mais altos do elenco, cerca de R$ 600 mil por mês, e está no São Paulo desde o ano passado, quando saiu do Sport em uma negociação de aproximadamente R$ 10 milhões. Pelo acordo, o Botafogo seria o responsável por bancar os vencimentos.

Como contrapartida, o São Paulo também quer ter a prioridade de compra do atacante Luiz Fernando, do Botafogo, revelação de 22 anos do time carioca. O nome dele foi um pedido do futuro técnico Cuca, que deve assumir em abril. O plano seria trazer o jogador de imediato, porém o Botafogo não aceitou essa proposta.

Antes de liberar Diego Souza, o São Paulo vai costurar um acordo sobre a possível renovação de contrato com o atacante. O vínculo dele vai até dezembro deste ano, mas apesar de emprestá-lo para outra equipe, a diretoria do time do Morumbi quer deixar acertada a possibilidade de ele retornar e poder ser utilizado pelo treinador em 2020, caso exista interesse de Cuca. Antes do Botafogo, Diego esteve perto de se acertar com o Sport, mas as negociações não avançaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.