Divulgação
Divulgação

São Paulo encara a Ponte Preta para tentar esquecer a Libertadores

Eliminação no torneio ainda dói e obriga clube a focar no Brasileirão

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

17 de maio de 2015 | 07h00

A melhor notícia para o São Paulo desde a eliminação na Copa Libertadores, na última quarta, é a chance de quatro dias depois poder entrar em campo novamente. Enfrentar a Ponte Preta em Campinas , neste domingo, às 18h30, é grande chance para ganhar pelo Campeonato Brasileiro e diminuir um pouco a frustração.

A derrota nos pênaltis para o Cruzeiro ainda dói e a decepção pelo resultado norteou toda preparação para o jogo em Campinas. O técnico Milton Cruz se preocupou em conversar bastante com os jogadores e tentar recuperar o ânimo. "Estamos tristes e temos que fazer alguma coisa para esquecer. Só com os resultados vamos trazer a confiança e os torcedores de novo para junto do nosso time", resumiu o lateral-direito Bruno.

Até a estreia nas oitavas de final da Copa do Brasil, em agosto, o clube vai disputar somente o Campeonato Brasileiro. Para a tristeza do elenco, a competição virou a prioridade, mas pelo menos o São Paulo estreou com vitória no Morumbi, sobre o Flamengo, e tem pela frente a chance de jogar hoje sem a presença da torcida adversária.


A Ponte Preta foi punida por incidentes durante a Série B do ano passado e terá de mandar duas rodadas no estádio com os portões fechados. A equipe está preocupada que a ausência de público esfrie o ambiente. "É difícil para maioria dos jogadores. Vamos precisar de mais atenção porque parece treino e é normal perder um pouco do foco", admitiu o atacante Biro Biro.

O São Paulo deve ter em campo uma escalação bem parecida à usada na quarta-feira no Mineirão. A única mudança confirmada é na defesa. O zagueiro Lucão está na seleção brasileira sub-20, junto com o meia Boschilia, e Dória deve retomar a vaga ao lado de Rafael Toloi.

O meia Michel Bastos deve ficar fora por não estar na forma física ideal, impacto dos 5 kg perdidos durante a dengue. Se isso for confirmado, o argentino Centurión vai ganhar novamente chance no time.

O técnico Milton Cruz deve manter a formação com apenas Alexandre Pato no ataque e continuar com Luis Fabiano entre os reservas. A aposta será em criar jogadas pela movimentação e avanço do trio de volantes e na boa fase do lateral Bruno, que tem se destacado nos últimos jogos no apoio.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA X SÃO PAULO

PONTE PRETA: Marcelo Lomba; Rodinei, Renato Chaves, Pablo e Gilson; Josimar, Fernando Bob e Renato Cajá; Biro Biro, Felipe Azevedo (Rildo) e Diego Oliveira. Técnico: Guto Ferreira.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Dória e Reinaldo; Denilson, Hudson (Souza), Wesley, Ganso e Centurión; Alexandre Pato. Técnico: Milton Cruz.

Juiz: Raphael Claus.

Local: Moisés Lucarelli

Horário: 18h30

Transmissão: Pay-per-view.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.