Werther Santana / Estadão Conteúdo
Werther Santana / Estadão Conteúdo

São Paulo encara clássico contra o Santos como chance de 'mudar a maré'

Jogadores valorizam importância da partida que será realizada no sábado, na Vila Belmiro

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2019 | 04h30

Após duas derrotas em casa, o São Paulo volta a jogar longe do Morumbi neste sábado, no clássico com o Santos, na Vila Belmiro. Não há mais ingressos. Haverá somente torcida do Santos. Para os jogadores da equipe tricolor, a partida é uma chance de "virar a maré" após o time estacionar nos 52 pontos.

O atacante Pablo e o meia Igor Gomes valorizaram a importância do clássico para o São Paulo. A seis jogos para o fim do Campeonato Brasileiro, o time está em quinto lugar, com 52 pontos, quatro a menos do que o Grêmio, quarto colocado. O Santos está em terceiro, com 64. A briga do São Paulo é com o time gaúcho pelo G-4, que vale passagem para a Libertadores do ano que vem sem precisar disputar jogos eliminatórios.

"Já estava na tabela esse jogo, não temos de tratar como ruim. Temos de tratar como uma oportunidade de reabilitação. Se fizermos um grande jogo, a maré vai mudar. Temos de estar bem concentrados, é uma final para todos nós. Precisamos reagir, esse é o momento", afirmou Pablo.

O garoto Igor Gomes também está animado com a partida na Vila. "Vai ser um jogo importante, porque clássico é clássico, temos de ganhar, não tem outro resultado. Estamos trabalhando forte para ir lá e ganhar os três pontos. Como perdemos os pontos dentro de casa, temos de recuperar fora. Vamos com força total, cada vez mais focados", disse.

O clássico entre São Paulo e Santos será realizado no sábado, às 17h, na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe tricolor treina nas manhãs de quinta e sexta antes de viajar para Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.