Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

São Paulo encara o Inter na 'despedida' do técnico Milton Cruz

No dia seguinte ao jogo, cargo passa a ser ocupado por colombiano

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

31 de maio de 2015 | 07h00

Um dia antes de entregar o cargo ao colombiano Juan Carlos Osorio o técnico Milton Cruz tem uma última e complicada missão pelo São Paulo. O time está há 40 dias sem vencer como visitante e enfrenta neste domingo, às 16h, o Inter, rival que vai jogar no Beira-Rio embalado pela classificação à semifinal da Copa Libertadores e disposto a tentar reagir no Campeonato Brasileiro.

O irregular São Paulo de 2015 tem no Brasileiro e na Copa do Brasil as últimas chances de título no ano e para conseguir esses objetivos, terá de voltar a pontuar como visitante. Desde a vitória sobre o Danubio, no Uruguai, pela Libertadores, a equipe só teve derrotas quando jogou longe do Morumbi.

No 11º jogo no comando, Milton Cruz defende um aproveitamento de 70% dos pontos e quer passar para o colombiano a equipe nas primeiras posições. Uma colocação confortável será fundamental para dar a Osorio a tranquilidade para se adaptar ao clube, pois já vai iniciar no trabalho com pouco tempo para treinar o time. Depois do Inter, o São Paulo vai ter a sequência de três jogos em dez dias.

O atacante Alexandre Pato prometeu que a equipe vai buscar uma vitória para dedicar a Milton Cruz, pessoa muita querida pelo elenco, e também para contribuir com o ambiente para a chegada de Osorio. "Ele terá todo o respaldo. Temos que ajudar. Quando se muda de país, precisa de um tempo para se adaptar", disse.

O time deve ter três mudanças em relação ao jogo contra o Joinville. Luis Fabiano perde a vaga no ataque para Alexandre Pato, e na lateral-esquerda Reinaldo será substituído por Carlinhos, que não joga há 40 dias por causa de uma lesão na coxa esquerda. Já Ganso pediu dispensa de última hora para resolver problemas particulares e não viajou com o grupo.

Curiosamente, em 2011 Milton Cruz viveu situação semelhante e também deixou o cargo de técnico após enfrentar o Inter, em Porto Alegre. Em jogo válido pelo Brasileirão o São Paulo ganhou por 3 a 0 durante a transição de cargo em que Paulo César Carpegiani seria substituído por Adilson Batista.

DESFALCADO

Conquistar a presença na semifinal da Libertadores custou ao Inter perder algumas peças para enfrentar o São Paulo. O técnico Diego Aguirre não vai poder contar com os meia D'Alessandro e nem com os atacante Eduardo Sasha. Outro desfalque será o volante Aránguiz, que viaja para se apresentar à seleção chilena.

A equipe gaúcha teve uma vitória, um empate e uma derrota nas três primeiras rodadas. A equipe priorizou a Libertadores e poupou peças nos jogos anteriores, porém a partir do jogo com o São Paulo volta à atenção ao Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

INTER X SÃO PAULO

INTER: Alisson; William, Ernando, Réver e Géferson; Rodrigo Dourado, Nilton, Anderson (Valdivia) e Alex; Lisandro López e Vitinho (Nilmar). Técnico: Diego Aguirre.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Paulo Miranda, Dória e Carlinhos (Reinaldo); Denilson, Souza, Thiago Mendes, Wesley (Centurión) e Michel Bastos; Alexandre Pato. Técnico: Milton Cruz.

Árbitro: Leandro Vuaden (RS)

Local: Beira-Rio

Horário: 16h

Na TV: Globo e Band

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBrasileirãoInter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.