Érico Leonan / São Paulo
Érico Leonan / São Paulo

São Paulo enfrenta a Chapecoense por título simbólico do 1º turno

Terminar a primeira parte do Campeonato Brasileiro no topo quase sempre significa taça erguida ao fim da competição

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

19 Agosto 2018 | 06h00

Líder do Campeonato Brasileiro, o São Paulo vai enfrentar a Chapecoense hoje, a partir das 19h, no Morumbi, ciente do que terá de fazer para conquistar o título simbólico do primeiro turno. Isso porque Flamengo e Internacional, seus principais perseguidores, já terão jogado – encaram Atlético-PR e Paraná, respectivamente, às 11h.

Os paulistas, com 38 pontos, poderão até empatar se os cariocas, que têm 37, não vencerem. Os gaúchos somam 35 e não ultrapassariam o primeiro colocado mesmo vencendo o seu jogo (confira a tabela completa do campeonato).

Além de moral para o returno, terminar à frente dos concorrentes quase sempre tem indicado o futuro campeão. Desde 2006, ano em que o Brasileirão de pontos corridos passou a ser disputado por 20 equipes, em nove ocasiões nas 12 edições realizadas, quem virou o turno no topo ratificou a posição ao fim das 38 rodadas. Veja abaixo:

O São Paulo não consegue a proeza desde 2007, ano em que confirmaria a taça posteriormente. Já a última vez em que venceu qualquer turno se deu em 2012, quando fez a melhor campanha do segundo.

Como o São Paulo joga?

Depois da eliminação na Copa Sul-Americana – perdeu nos pênaltis para o Colón-ARG, quinta-feira, após vitória no tempo normal –, o técnico Diego Aguirre deverá ter sua formação ideal à disposição. Sidão, Arboleda e Diego Souza, poupados do duelo na Argentina, são retornos certos. 

"Ficamos chateados com a eliminação, mas temos que erguer a cabeça e retomar a disputa do Brasileiro com foco total. Cada jogo será uma final", pediu o lateral Reinaldo, que reencontra a equipe pela qual jogou na última temporada.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO: Sidão; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Nenê; Rojas, Everton e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre.

CHAPECOENSE: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco (Alan Ruschel); Marcio Araújo, Amaral, Bruno Silva, Yann Rolim e Canteros; Wellington Paulista. Técnico: Guto Ferreira.

Juiz: Rafael Traci (PR).

Local: Morumbi, em São Paulo.

Horário: 19h.

Na TV: Pay-per-view.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.