Robson Fernandes/Estadão
Robson Fernandes/Estadão

São Paulo enfrenta Atlético-PR para se aproximar da liderança

Tricolor quer estar entre os primeiros colocados quando Brasileiro parar para a Copa

Fernando Faro, O Estado de S. Paulo

28 de maio de 2014 | 06h00

SÃO PAULO - Se quiser cumprir o objetivo de terminar entre os primeiros na classificação do Campeonato Brasileiro antes da pausa para a Copa, o São Paulo precisa pontuar e conquistar resultados dentro e fora de casa. Hoje, contra o Atlético-PR, o Tricolor faz seu primeiro jogo como visitante após a goleada sofrida para o Fluminense no Maracanã e espera mostrar que aquele jogo foi apenas um acidente.

Ao menos contra o Grêmio os jogadores mostraram que a surra no meio da semana passada ficou para trás. Mesmo sem um futebol convincente, conseguiu superar as adversidades e se manteve a uma distância aceitável do pelotão da frente - o Tricolor é o sétimo colocado, com 12 pontos, quatro a menos que o líder Cruzeiro. A expectativa agora é de encerrar a primeira parte do campeonato em alta.

"Na pausa da Copa temos que nos manter em cima porque temos inúmeras equipes querendo ganhar e sabemos que será difícil até mesmo uma vaga na Libertadores, por isso precisamos valorizar cada jogo", afirmou Souza, que não espera uma competição diferente após o término do Mundial. "Quem está lá embaixo vai continuar tentando subir, quem está na liderança vai defender seu posto e quem estiver no meio vai tentar evoluir."

O único mistério de Muricy Ramalho é sobre quem ocupará a vaga de Maicon, suspenso. Depois de praticamente escalar Hudson, o treinador fez a maior parte do treino com Denilson entre os titulares. Ele fez apenas dois jogos no ano e entrou em campo pela última vez no dia 17 de fevereiro, contra a Portuguesa, no Campeonato Paulista, e é uma das prioridades da diretoria para ser negociado.

ATLÉTICO-PR x SÃO PAULO

Data: 28/05/2014

Local: Parque do Sabiá, em Uberlândia

Árbitro: Anderson Daronco

ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton, Dráusio, Léo Pereira e Natanael; Otávio, Deivid, Bady e Marcos Guilherme; Douglas Coutinho e Ederson. Técnico: Leandro Ávila.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas, Lucão, Antonio Carlos e Reinaldo; Denilson (Hudson), Souza e Ganso, Pato, Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.