Érico Leonan/Sâo Paulo FC
Érico Leonan/Sâo Paulo FC

São Paulo enfrenta o Vasco para cumprir meta dos 47 pontos

Apesar de irrisório nesta altura do Brasileirão, risco de rebaixamento ainda é o objetivo número um do time tricolor

O Estado de S.Paulo

12 Novembro 2017 | 07h00

Uma vitória neste domingo fora de casa sobre o Vasco seria o cumprimento de uma meta vista como fundamental para o São Paulo na temporada. O time que vem de cinco jogos sem derrota chegaria aos 47 pontos, contagem suficiente para evitar o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Apesar do embalo que pode fazer o time se aproximar do G-7 e lutar por uma vaga na Libertadores, o discurso ainda é de fugir da queda, ainda que a equipe tenha apenas 1% de chance de cair. 

Militão inicia transição para o gramado em reapresentação do São Paulo

“Temos que nos manter centrados no nosso objetivo, porque a empolgação é a arma mais ilusória do futebol”, afirma o capitão Hernanes. “Temos de ser realistas e manter os pés no chão. Nosso objetivo é bem claro, e depois pensaremos em outras coisas.”

O empate sofrido com a Chapecoense na última quinta, por 2 a 2, no Pacaembu, ligou um alerta no time de Dorival Junior. A equipe mostrou a falta que Cueva e Militão fazem, e demorou para reagir diante dos catarinenses, que abriram dois gols de vantagem. Araruna, que entrou na lateral-direita, foi bastante criticado.

O maior desafio do treinador é montar um time para manter a boa sequência no Brasileirão e mostrar que o time busca formas de não oscilar mais - como aconteceu em rodadas passadas. No meio campo, a ausência de Cueva deixou o time com pouca criatividade nas jogadas ofensivas. Dorival pode iniciar o jogo com Lucas Fernandes, que tinha perdido espaço no São Paulo, mas entrou bem diante dos catarinenses. 

No Rio de Janeiro, o São Paulo defenderá um tabu de cinco anos sem derrota para os vascaínos no Brasileirão. O jejum dos cariocas é ainda maior se considerados apenas os jogos em São Januário: na casa dos rivais, o São Paulo não perde há mais de 12 anos pelo Nacional. A última derrota foi em 2005, por 3 a 1 e, de lá para cá, foram quatro vitórias e três empates.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.