São Paulo espera evoluir com tempo para treinar

Há um mês no comando do São Paulo, Paulo Autuori teve pouco para treinar o time, que disputou em sequência partidas do Campeonato Brasileiro, a Recopa Sul-Americana e excursionou por Europa e Japão. Por isso, o técnico revelou esperança de que o time apresente evolução no próximo compromisso, nesta quinta-feira, diante do Atlético Paranaense, no Morumbi, pois terá mais tempo para treinar.

AE, Agência Estado

13 de agosto de 2013 | 10h37

"Não coloquei minha forma de trabalho ainda, porque não trabalhei. Tive dois treinos em 30 dias. Não vou dizer que a coisa estava feia, seria uma covardia da minha parte, e não vou lamentar absolutamente nada. Se os resultados não vierem é complicado, mas temos tudo pra sair dessa situação. Mas isso é uma leitura minha", avaliou.

No comando do São Paulo, Autuori não conseguiu fazer a equipe reagir no Campeonato Brasileiro, tanto que o time é o vice-lanterna, com apenas nove pontos somados em 12 jogos. O treinador sabe que a equipe precisa se recuperar imediatamente, mas garante que enxerga evolução, mesmo sem muitos treinos.

"Não tem muito tempo para reagir, tem que ser no próximo jogo. Me incomoda, porque em um mês foram dez jogos. Praticamente um a cada três dias. Mas, mesmo assim, a equipe tem sido mais solidária, sem treinar consegue fazer um segundo tempo em ascensão e não de caída. Não dá pra analisar isso e dizer que é bom em função dos resultados que tem. Muitas vezes, os resultados mascaram muita coisa", comentou.

Para o confronto com o Atlético-PR, Autuori já tem um desfalque certo. Ele não poderá utilizar o lateral-direito Douglas, que recebeu o terceiro cartão amarelo diante da Portuguesa e irá cumprir suspensão. Mateus Caramelo, Lucas Farias, Rodrigo Caio e Wellington são os candidatos a substituí-lo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.