Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

São Paulo espera por Sabella e descarta Luxemburgo e Abel

Presidente Carlos Miguel Aidar confirma contato com argentino

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

10 de abril de 2015 | 17h17

O presidente Carlos Miguel Aidar, do São Paulo, pediu para fazer um pronunciamento durante o treino do time nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda. O dirigente explicou detalhes da procura pelo novo técnico da equipe e contou que o clube espera pela resposta do argentino Alejandro Sabella, mas já descartou a possibilidade de contar com Vanderlei Luxemburgo e Abel Braga. O desfecho deve ser na próxima terça-feira.

No começo da semana o São Paulo fez contato com o ex-técnico da Argentina. O vice-presidente de futebol do clube, Ataíde Gil Guerreiro, viajou para Buenos Aires para compromissos profissionais e aproveitou a estadia para telefonar para o empresário de Sabella, que está sem trabalho desde o fim da última Copa do Mundo. "Ele (Sabella) deixou bem claro ao Ataíde que esperava uma definição do futebol inglês, já que tem preferência por trabalhar lá. E pediu um prazo para dar essa resposta", explicou o presidente.

Segundo Aidar, o encontrou não selou condições, valores ou mesmo a equipe de trabalho. "Só perguntamos se ele estava disponível ou não", disse. Enquanto o argentino não der resposta, o São Paulo continua sob o comando do interino Milton Cruz. "Se ele disser não, paramos para pensar se ficamos com o Milton até o fim, ou se esperamos algum treinador que possa estar disponível", afirmou o presidente do clube.

Sabella atuou como jogador no futebol inglês entre 1978 e 1981, quando defendeu o Sheffield United e o Leeds United. Um dos possíveis destinos dele é o Manchester City, atual campeão inglês. "Se vier o sim dele, daí vamos esperar as condições negociadas. Elas podem ser difíceis e temos no São Paulo uma condição de buscar a redução de custos e de remuneração", comentou. O salário de Muricy Ramalho, que deixou o cargo na última segunda-feira, era de R$ 500 mil.

Aidar disse ainda ter conversado por telefone na quinta-feira com o atual técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo, e disse ser impossível trazê-lo para o clube. "É um grande treinador, uma pessoa muito querida minha. Mas ele tem contrato até dezembro, está disputando a fase final do Campeonato Carioca e está definitivamente descartado", garantiu. O presidente disse que o clube não tem interesse em trazer Abel Braga, técnico que está sem clube.

O dirigente também mencionou o nome de outro candidato ao cargo de técnico. O argentino Jorge Sampaoli, porém, só poderia aceitar o compromisso depois de 4 de julho, quando termina o trabalho com a seleção chilena na disputa da Copa América.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCFutebolMercado da Bola

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.