São Paulo exila Gabriel em Barueri

A diretoria do São Paulo resolveu exilar Gabriel em Barueri. Insatisfeito com o futebol do lateral reserva de salários de R$ 86 mil, o presidente Marcelo Portugal Gouvêa resolveu mandá-lo treinar entre os aspirantes até que apareça um clube interessado no atleta. Ou então que ele resolva rescindir o contrato que só terminará em 2005.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.