Arquivo/AE
Arquivo/AE

São Paulo fará protesto formal contra arbitragem

Vice Carlos Augusto de Barros e Silva quer mais atenção da CBF na escala da arbitragem

Marcius Azevedo, Jornal da Tarde

23 de julho de 2009 | 19h19

O vice-presidente de futebol do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, redigiu nesta quinta-feira um documento que será entregue nesta sexta à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). É um protesto formal contra o árbitro Rodrigo Nunes de Sá e o auxiliar Cláudio José de Oliveira Soares, que atuaram no empate são-paulino com o Internacional, na última quarta, em Porto Alegre.

 

Veja também:

linkJunior Cesar e Richarlyson desfalcam o São Paulo

linkGoleiro Bosco evita abatimento após nova lesão no São Paulo

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão  

"Vamos reclamar", avisou o dirigente nesta quinta-feira. No documento, o São Paulo cita principalmente os dois gols em impedimento marcados por Alecsandro e a confusão que se seguiu depois que o são-paulino Washington desperdiçou uma cobrança de pênalti no final do primeiro tempo - o árbitro marcou invasão de Miranda para invalidar o lance, mas dois jogadores do Inter também fizeram o mesmo.

"O árbitro foi infeliz, assim como os seus auxiliares", afirmou o zagueiro André Dias, que acrescentou ainda que o volante Magrão, do Inter, deveria ter sido expulso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.