São Paulo faz convênio com o Sevilla

A diretoria do São Paulo acertou, nesta quinta-feira, mais um convênio. Desta vez, foi com um clube da Europa, o Sevilla, que, em julho, contratou o volante Júlio Baptista. De acordo com os dirigentes, a parceria abrangerá troca de experiências no marketing, no futebol, propiciará a marcação de amistosos no Velho Continente, mas o principal objetivo será a divulgação do clube brasileiro na Espanha, seguindo projeto de internacionalização.O São Paulo já fez esse tipo de parceria com o Manchester United, da Inglaterra, e com uma agremiação da China. O primeiro resultado prático do acordo com os ingleses foi a viagem para a Inglaterra, onde o time disputou amistoso com o Bolton e conheceu as instalações do Manchester.Não significa, no entanto, que algum jogador estrangeiro vá aparecer no Morumbi. Os contratos não prevêem cláusulas de prioridade em negociações.O diretor de Marketing do São Paulo, Dorival Decousseau, e o diretor executivo, Eduardo Morato, estão na Coréia do Sul para discutir a renovação de contrato de patrocínio com a LG, que atualmente paga cerca de R$ 600 mil mensais. Os são-paulinos acreditam poder aumentar esse valor para pelo menos R$ 800 mil mensais.Estatuto - João Paulo de Jesus Lopes, diretor de Planejamento, garante que o Morumbi estará adequado às exigências do Estatuto do Torcedor já para a partida de domingo, contra o Vitória. Os assentos serão numerados e o sistema de monitoramento por câmeras de vídeo foi alugado pelo clube até que o definitivo seja comprado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.