Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

São Paulo faz ‘força-tarefa’ e impede saída de Osorio

Reunião com diretoria sela permanência do técnico colombiano

O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2015 | 21h36

Diante da ameaça de Juan Carlos Osorio de abandonar o clube no meio da temporada, o São Paulo conseguiu impedir a saída do treinador. Uma reunião nesta segunda-feira selou a permanência do treinador no clube.

Mais do que três derrotas seguidas, o colombiano estava irritado com a diretoria, que já vendeu oito jogadores desde a sua chegada ao Morumbi, e disposto a aceitar a proposta para assumir a seleção mexicana.

O São Paulo tem um jogo decisivo nesta quarta-feira, contra o Ceará, em Fortaleza, pela Copa do Brasil. Após derrota por 2 a 1 no Morumbi, o time paulista precisa vencer por pelo menos dois gols diferença para garantir vaga nas quartas de final. No Campeonato Brasileiro, a equipe está 12 pontos distante do líder Corinthians (43 a 31).

O vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro tem mantido conversas constantes com Osorio e afirmou que entende a “indisposição” do treinador. A defesa do dirigente é que a saída de oito jogadores em tão pouco tempo não estava nos planos da diretoria quando o colombiano foi contratado. A ideia, inclusive, era reforçar o elenco. A lista de baixas, no entanto, pode aumentar até a próxima terça-feira, quando a janela de transferência para a Europa será encerrada, já que o lateral Auro negocia sua ida para Portugal.

O presidente Carlos Miguel Aidar garante a Osorio que, apesar dos últimos maus resultados, não está nos seus planos trocar de treinador e que o colombiano só sairia do Morumbi se pedisse. Já os jogadores pregaram união e saíram em defesa do Osorio. Nesta segunda-feira, Rodrigo Caio foi o porta-voz do elenco.

“Não queremos que ele saia. Ele tem suas filosofias, um jeito de trabalhar diferente e estamos tentando nos adequar. É difícil, mas todos estão empenhados e juntos com ele para sair dessa. Sabemos das nossas qualidades para reverter essa situação”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.