São Paulo foca mais Libertadores que clássico com Palmeiras

O São Paulo está muito mais preocupado com a partida de quarta-feira, contra o Necaxa, pela Copa Libertadores da América, do que com o clássico contra o Palmeiras, domingo, no Morumbi, válido pelo Campeonato Paulista. Tanto que são grandes as chances de o técnico Muricy Ramalho resguardar alguns dos titulares no fim de semana.?Temos o clássico no domingo, mas nosso jogo mais importante é na quarta-feira [contra os mexicanos]. Sei que existem algumas prioridades para o clube e vou perguntar para algumas pessoas o que interessa mais nesse momento. Se precisar, vou segurar para o jogo de quarta, que é o que realmente vale. É o tudo ou nada?, disse o treinador.Praticamente classificado para as semifinais do Estadual, restando três rodadas para o encerramento da primeira fase, o time atravessa situação totalmente inversa no torneio internacional. O time do Morumbi é apenas o terceiro colocado no Grupo 2, com 4 pontos - três atrás do Audax Italiano, do Chile (que tem um jogo a mais), e cinco do Necaxa, líder da chave.Restando três rodadas, o São Paulo não pode pensar em perder. A começar justamente pelo Necaxa, quarta, no Morumbi. Depois disso, a equipe de Muricy enfrenta o Alianza Lima, no Peru, dia 18, e fecha a primeira fase contra o Audax, dia 25, em casa.?O planejamento do São Paulo é sempre chegar em todas as competições que disputa. E se na Libertadores a nossa situação é um pouco mais complicada, realmente vale a pena dar uma poupada em alguns jogadores para ir com força total?, opinou o volante Hernanes.Depois de passar dois jogos com um time bastante modificado por conta da falta de nove jogadores, Muricy Ramalho agora já pode comemorar. Ilsinho e Josué retornaram da seleção brasileira, e Miranda está liberado, depois de cumprir suspensão. A melhor notícia, no entanto, veio dos médicos: Jorge Wagner está recuperado de entorse do tornozelo esquerdo que o afastou por 20 dias. Em compensação, Fredson, André Dias e Maurinho continuam fora de combate.Mesmo com os ?reforços?, tudo aponta para que o treinador prefira guardar seus principais atletas para o confronto pela Libertadores. ?Tudo vai depender da reação do grupo nos próximos dias. Se alguém sentir um pouco mais, podemos tirar esse jogador?, avisa Muricy Ramalho.Os favoritos a ganharem uma folga são Josué e Aloísio. O volante reclamou de dores na coxa antes do confronto contra o Necaxa, na semana passada, e de defender a seleção na Suécia. Já o atacante Aloísio foi poupado na goleada sobre o Rio Branco (4 a 0), por um incômodo na panturrilha. Dois motivos mais do que suficientes para serem preservados. Para o lugar de Josué, Muricy já percebeu que pode contar com o garoto Hernanes. No setor ofensivo, Marcel pode aparecer novamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.