JF Diório/AE
JF Diório/AE

São Paulo ganha do São Bernardo: 3 a 0

É a segunda vitória do time tricolor no Campeonato Paulista 2011, confirmando a boa fase

MILTON PAZZI JR., estadão.com.br

19 de janeiro de 2011 | 23h56

SÃO PAULO - Dois jogos com duas vitórias. O São Paulo chegou a este desempenho com a vitória por 3 a 0 sobre o São Bernardo, no Estádio do Morumbi, pela segunda rodada do Campeonato Paulista 2011, nesta quarta-feira. Ao confirmar o favoritismo contra o caçula da divisão principal, o time tricolor chegou a seis pontos na classificação, enquanto que o time do ABC fica nos três.

A vitória em casa para um público pequeno - cerca de 6 mil torcedores na quente noite paulistana - foi confirmada graças à velocidade do ataque são-paulino. Apesar de escalar um time diferente daquele que havia treinado (sem Fernandinho, que começou no banco de reservas), o técnico Paulo César Carpegiani montou um time aplicado e que se impôs em campo.

O São Bernardo pode dizer que assustou em dois lances: o primeiro foi com Diogo Acosta, na área, ao subir para cabecear uma bola cruzada - ele deslocou Rogério Ceni no alto e o árbitro deu falta, anulando o gol do São Bernardo, aos 34 minutos do primeiro tempo. Também na etapa inicial aconteceu o outro lance, quando Willian Favoni chutou de fora e o capitão são-paulino espalmou a bola para fora, aos 45 minutos.

Gols. Muito antes disso o São Paulo, que dominava o jogo mesmo nervoso e errando passes laterais, abriu o placar: aos 4 minutos Marlos fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou para a área, onde Dagoberto desviou para a bola entrar no canto.

O mesmo Dagoberto foi protagonista de outro lance bonito: ele não estava impedido e foi lançado na esquerda e tentou o chute por cobertura no goleiro Marcelo Pitol, que estava adiantado, mas a bola passou perto da trave, aos 39 minutos.

No segundo gol, mudança de lado no ataque. Ilsinho rolou a bola para o meio e Marlos dominou e para chutar sem chance de defesa para fazer 2 a 0, aos 42 minutos ainda do primeiro tempo.

Para o segundo tempo, o time tricolor voltou sem precisar se esforçar. Mantinha o domínio e Carpegiani promoveu a entrada de Fernandinho, deixando o time como tinha treinado. Deu certo: fez o terceiro gol aos 31 minutos, quando o próprio Fernando driblou Leandro Camilo, quase caiu, e ainda deu um toque de bico na bola que passou entre as pernas de Marcelo Pitol.

Próximo jogo. O São Paulo joga novamente no sábado, novamente em casa, contra a Ponte Preta, às 19h30. Já o São Bernardo enfrenta o Paulista, novamente fora de sua casa - em Jundiaí (SP) - às 17 horas, mas no domingo.

SÃO PAULO - 3 - Rogério Ceni; Jean, Alex Silva e Miranda e Juan; Rodrigo Souto, Cleber Santana (Xandão), Ilsinho (Fernandinho) e Carlinhos Paraíba; Dagoberto (Fernandão) e Marlos. Técnico: Paulo César Carpegiani.

SÃO BERNARDO - 0 - Marcelo Pitol; Henrique, Leandro Camilo, Amarildo e Reinaldo; Willian Favoni, Dirceu (Lucas), Guto e Junior Xuxa; Diogo Acosta (Romarinho) e Danielzinho (Raul). Técnico: Ruy Scarpino.

Gols - Dagoberto, aos 4 minutos, Marlos, aos 42 do primeiro tempo; Fernandinho, aos 31 minutos do segundo tempo; Árbitro - Robinson José Andrea de Goes; Cartões amarelos - Carlinhos Paraíba (São Paulo), Dirceu (São Bernardo); Renda - R$ 129.677,13; Público - 6.398 pagantes; Local - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

Veja também:

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.