São Paulo ganha e fica em primeiro lugar

O São Paulo deu um susto em sua torcida, chegou a estar perdendo a partida, mas conseguiu virar o placar e vencer o Alianza Lima por 3 a 1, nesta quarta-feira, no Morumbi. Tudo graças ao oportunismo de Luís Fabiano, autor de dois gols. Com isso, o objetivo foi alcançado: a classificação para as oitavas-de-final como primeiro colocado do grupo 4 da Copa Libertadores, com 15 pontos ganhos. Mas a atuação da equipe no primeiro tempo voltou a preocupar o técnico Cuca e, principalmente, os torcedores. Será que dá para acreditar no título com esse futebol inconstante e, muitas vezes, fraco? Dificilmente, se não houver considerável evolução nas próximas semanas.O adversário da próxima fase ainda não está definido. Pelo regulamento, será o quarto melhor segundo colocado, independentemente da chave. Existe a possibilidade de o São Paulo enfrentar o São Caetano ou algum clube argentino, como Rosario Central ou Independiente. A LDU também se classificou pelo grupo 4. Goleou o Cobreloa por 5 a 1 e encerrou a primeira fase com 12 pontos, garantindo vaga como um dos melhores segundo colocados da Libertadores. O Alianza acabou eliminado.A etapa inicial foi terrível para o torcedor são-paulino, que, novamente, compareceu em bom número ao Morumbi: mais de 42 mil pagantes. "O primeiro tempo não foi bom para nós", reconheceu o técnico Cuca. Os peruanos, depois de terem acertado uma bola na trave, abriram o placar com Roberto Silva. Depois, quase fizeram 2 a 0. E uma derrota por dois ou mais gols de diferença eliminaria o São Paulo.Os torcedores ficaram assustados. O esquema com Cicinho atuando mais avançado não deu certo nos primeiros 45 minutos. Para a sorte de Cuca, antes do intervalo, Marquinhos empatou o jogo em chute de longa distância. Mas a situação só ficou tranqüila mesmo quando a estrela de Luís Fabiano começou a brilhar. A menos de 1 minuto, o artilheiro fez 2 a 1, em bela jogada individual, e, na metade da etapa final, assegurou os 3 pontos com chute de primeira, sem defesa para Butrón.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.