São Paulo goleia e passa na Copa SP

O São Paulo continua na briga pelo título da Copa São Paulo de Juniores 2005. Os garotos do Morumbi garantiram a vaga na terceira fase ao golear o Grêmio Barueri, por 4 a 0, neste domingo à tarde, em Taubaté (SP). Agora vai enfrentar o Corinthians de Alagoas, que eliminou nos pênaltis a Ferroviária, em Araraquara (SP).O animado Barueri tentou equilibrar as ações no primeiro tempo, até conseguindo maior domínio em campo. Criou algumas chances de gols, mas quem abriu o placar foi o São Paulo, aos 33 minutos, com Paulo Mattos, em jogada individual. Ele deu o corte num zagueiro, bateu de esquerda e a bola ainda desviou na defesa tirando o goleiro do lance.No segundo tempo, o São Paulo matou logo o jogo. Aos 13 minutos Jean desceu em velocidade e sofreu a falta de Daniel, mas alguns centímetros fora da área. O juiz marcou pênalti, convertido pelo próprio Jean, aos 14 minutos. O gol desnorteou o Barueri, que escapou de uma goleada. Robert ampliou aos 29 minutos, quando entrou na área nas costas dos zagueiros e só desviou do goleiro. O lateral-esquerdo André, aos 37, fechou a goleada com um chute forte do lado esquerdo do ataque.Ao técnico Maércio Zeferino, do Barueri, restou reclamar. "Time grande é assim, tem qualidade. Tem poucas chances e converte. Mas o lance do pênalti foi fora da área e o juiz errou feio", lamentou. Já Marcos Vizolli, do São Paulo, espera uma melhora do seu time: "Estamos evoluindo e, aos poucos, os meninos vão ganhando mais confiança. O mata-mata valoriza mais a experiência, então está tudo como eu tinha planejado", disse o técnico, justificando ainda o tropeço na fase inicial, quando perdeu para o Estrela do Norte-ES, por 2 a 1, o que quase tirou o time da segunda fase.Outros classificados - Abrindo os jogos da tarde, o Atlético Mineiro eliminou o Fluminense na cobrança de pênaltis, por 4 a 2, depois do tempo normal terminar empatado, em 1 a 1. O time carioca é tricampeão estadual e deixa, agora, de sonhar com o título. Ao lado do Corinthians, o Fluminense lidera o ranking de conquistas, com cinco títulos cada.O forte time do União São João, em Araras, venceu o Vitória, por 2 a 0, chegando ao seu quarto triunfo e mantendo os 100% de aproveitamento. Em Suzano, aproveitando o apoio de sua torcida, o Ecus venceu o Angra dos Reis, por 1 a 0, com gol de Marco Aurélio, cobrando falta, aos 30 minutos do primeiro tempo.O jogo mais equilibrado da tarde aconteceu em Araraquara, onde o Corinthians Alagoano segurou a pressão da Ferroviária. Depois do zero a zero no tempo normal, o time alagoano foi perfeito na cobrança de pênaltis: 5 a 3.O bom time do Goiás, em Bauru, não se intimidou com a vantagem do Noroeste de atuar em casa e com apoio maciço da torcida. Assim, abriu 2 a 0 no primeiro tempo, com dois gols de Anderson, um deles de falta. O time da casa reagiu no segundo tempo com Borebi usando a cabeça para marcar dois gols, aos seis e aos 33 minutos. Na cobrança de pênaltis, a calma e tranqüilidade ajudaram o Noroeste: 4 a 3.Pela manhã, o principal destaque foi o confronto entre os times A e B do Palmeiras, no Estádio Palestra Itália. O time A, campeão paulista de 2004, venceu por 4 a 0. Em Osasco, em rodada dupla, o Vila Nova-GO também passou fácil pelo Internacional, por 3 a 0. Mais difícil, porém justa, foi a vitória do Paraná sobre o Atlético Sorocaba, por 1 a 0.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.