São Paulo: Hora do ?treino-pijama?

Emerson Leão deixou o Morumbi, sábado à noite, convencido de que o São Paulo não pode - e não vai - priorizar competições neste primeiro semestre. Se a conquista da Libertadores é um sonho maior para a torcida e para o clube, o Campeonato Paulista também não deve ser deixado de lado, principalmente porque o time está a sete rodadas de uma provável conquista.Para disputar os dois torneios com chances iguais de se dar bem, Leão sabe que não poderá poupar a sua equipe em campo. O ideal, segundo o treinador, seria um revezamento, deixando descansar os atletas que apresentarem um índice maior de desgaste. Mas o problema, segundo o próprio Leão, é que o elenco não é suficientemente equilibrado para isso. "Já que um revezamento é impossível, o desafio é encontrar um meio de recuperar os jogadores", admite o técnico. "Talvez esteja na hora de colocar em prática o esquema ?treino-pijama?. Ou, então, no dia do jogo, observar bem cada atleta e tentar adivinhar quem acordou num bom dia e escalá-lo. E, é claro, rezar muito."Leão, no entanto, não quis admitir que o cansaço pode ter sido o responsável pela pior apresentação da equipe nesta temporada, sábado, contra o Rio Branco. O Tricolor venceu sem merecer na opinião do próprio técnico. "O time todo não esteve bem. Errou muitos passes, não marcou como deveria, deixou o adversário jogar. Não foi o São Paulo que todos estamos acostumados a ver em ação."Se foi mesmo o cansaço que atrapalhou contra o Rio Branco, o técnico vai sugerir que cada um passe a se preocupar mais com a recuperação. Citou o exemplo do goleiro Rogério, que saiu do Morumbi, sábado, para atender a filha, no hospital. "Lógico que esse é um caso extremo, mas chegamos a um ponto em que nós teremos de fazer um descanso em massa. Tudo que for possível para poupar os jogadores terá de ser feito. E isso tem de começar em casa."Culpado - Leão absolve de culpa o preparador físico Carlinhos Neves. De acordo com o técnico, Carlinhos não tem nada a ver com as seguidas lesões musculares de alguns atletas. Nas últimas semanas, Fabão (coxa esquerda), Vélber (coxa direita), Diego Tardelli (edema na coxa direita) e Luizão (coxa esquerda) tiveram problemas musculares. E no sábado foi a vez de Josué deixar o gramado, ainda no primeiro tempo, reclamando de uma fisgada na coxa direita. Poderá ficar fora do próximo compromisso do time. "O culpado é quem não permitiu a pré-temporada: o calendário", reage o treinador são-paulino.Por tudo isso, Leão marcou a reapresentação do elenco para esta segunda-feira, às 16h, na Barra Funda. Na folga, o técnico recomendou descanso total aos seus jogadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.