Alex Silva / Estadão
Alex Silva / Estadão

São Paulo iguala maior jejum de gols de 2019 e precisa desencantar

Sem marcar há três jogos, São Paulo precisa de ao menos um gol na partida contra o Bahia para avançar na Copa do Brasil

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2019 | 04h30

O São Paulo igualou seu maior jejum de gols em 2019, com três partidas seguidas em branco. O Tricolor vem de uma sequência de derrotas por 1 a 0 para Corinthians e Bahia, além de empate por 0 a 0 com o mesmo Bahia. Nesta quarta-feira, a equipe precisa desencantar para avançar das oitavas de final da Copa do Brasil.

Como perdeu por 1 a 0 no Morumbi, o São Paulo precisa ganhar do Bahia por dois gols ou mais de diferença para passar de fase. Vitória por um gol de diferença, independentemente do placar, leva a decisão para os pênaltis.

Nos últimos três jogos, Cuca escalou o ataque de formas diferentes. Do primeiro ao segundo duelo com o Bahia, o treinador alegou cansaço do elenco e colocou Igor Gomes e Everton nas vagas de Hernanes e Antony, respectivamente. Já no clássico contra o São Paulo, ele escalou o quarteto ofensivo formado por Everton, Antony, Vitor Bueno e Pato. 

Para o reencontro com o Bahia nesta quarta, Cuca fará ao menos uma mudança: Antony se apresentou à seleção brasileira olímpica para a disputa do Torneio de Toulon e será desfalque. Por outro lado, terá a volta de Toró, que cumpriu suspensão no clássico contra o Corinthians.

Cuca montará a equipe no treino desta terça-feira, antes da viagem a Salvador. Como de costume na véspera das partidas, a atividade será fechada à imprensa. O confronto com o Bahia será na quarta, às 21h30, na Arena Fonte Nova.

Os outros jejuns de 2019:

É a terceira vez em 2019 que o São Paulo não marca por três jogos seguidos. A primeira vez aconteceu no início de fevereiro. A equipe emendou uma sequência de derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta e derrota por 2 a 0 e empate sem gols com o Talleres (ARG), sendo eliminada da Libertadores.

O segundo jejum na temporada foi mais recente. O São Paulo empatou por 0 a 0 duas vezes com o Palmeiras, mas avançou nos pênaltis para a final do Paulistão. No primeiro jogo da decisão, empatou por 0 a 0 com o Corinthians. No duelo de volta, perdeu por 2 a 1 e ficou com o vicecampeonato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.