São Paulo impedirá saída de Rogério

O diretor de Futebol do São Paulo, José Dias, disse hoje em São Paulo que o clube não teme pela saída do goleiro Rogério Ceni, após a disputa da Copa dos Campeões. Mesmo sabendo que a multa para a rescisão do contrato do goleiro é de US$ 1,4 milhão, o dirigente garante que o departamento jurídico do clube está preparado para impedir que o goleiro deixe o São Paulo. Rogério Ceni tem contrato com o São Paulo até 2004 e está cobrando um reajuste de salário para compensar sua permanência no Morumbi, ao recusar uma proposta do Arsenal, da Inglaterra, no início do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.