Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

São Paulo inicia reformulação nas categorias de base

Contratação de Júnior Chávare é primeiro passo para transformar Cotia em fábrica de talentos

Fernando Faro, O Estado de S. Paulo

07 de novembro de 2014 | 07h00

O São Paulo deu o pontapé inicial para reformular suas categorias de base e acertou a contratação de Júnior Chávare junto ao Grêmio para o profissional comandar a reestruturação do Centro de Formação de Atletas de Cotia. O profissional já está se desligando do Grêmio e deverá assumir suas funções no Tricolor em até 15 dias.

A chegada de Chávare é o primeiro passo de uma verdadeira revolução que a diretoria pretende implementar na base. A leitura do presidente Carlos Miguel Aidar e do vice Ataíde Gil Guerreiro é que há deficiências no trabalho com os jovens e isso impede a revelação de talentos para a equipe principal com maior frequência.

A meta é ambiciosa: a expectativa é que o CFA de Cotia entregue ao menos quatro revelações por ano para Muricy Ramalho utilizar entre os profissionais. Para isso, todo o modus operandi será revisto, incluindo uma avaliação dos garotos que já treinam. Aidar já cortou de 320 para 240 o número de atletas e espera baixar esse número para, no máximo, 160.


Responsável por revelar nomes como Oscar, Casemiro e Lucas, o CFA de Cotia era visto como uma unidade de negócio mal administrada e repartida como feudos pelos antigos administradores. Menina dos olhos do ex-presidente Juvenal Juvêncio (demitido por Aidar do cargo de diretor da base em setembro), o local vinha sendo comandado pelo vice de futebol, Ataíde Gil Guerreiro.

Muricy Ramalho também será envolvido no processo, mas por enquanto ainda não foi notificado. O técnico terá uma reunião com Ataíde para traçar um plano de integração com a base. Uma das missões do dirigente será convencer Muricy a dar mais espaço para os garotos a partir do ano que vem, quando o orçamento para contratações será pequeno e a diretoria já aponta que espera ver os pratas da casa em campo já no Campeonato Paulista.

Isso, porém, só deve acontecer quando o time tiver uma pausa na maratona de jogos. Atualmente, Rodrigo Caio, Lucão, Auro, Ademilson e Ewandro foram formados na base. Boschilia também teve passagem pelo CFA, mas começou sua trajetória no Guarani.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.