Divulgação/Portão 7/Social do São Paulo Futebol Clube
Divulgação/Portão 7/Social do São Paulo Futebol Clube

São Paulo interdita clube social após local ser alagado pela chuva

Piscinas e instalações são invadidas pela água e pela lama depois de temporal na capital paulista

Redação, O Estado de S. Paulo

03 de março de 2019 | 11h12

O São Paulo anunciou na noite desse sábado, 3, que vai interditar a sede social do clube por tempo indeterminado. Após forte chuva na capital paulista, o complexo de piscinas e parte do estádio ficaram alagados. Nos próximos dias, funcionários terão de cuidar da reforma e da limpeza do local, que permanecerá fechado enquanto a situação não for resolvida.

O problema não é novo na região. Pelas redes sociais, associados do clube registraram em vídeos e fotos a água e a lama tomando conta do espaço. Como a estrutura de departamento social é vizinha ao Morumbi, o estádio também sofreu problemas, principalmente na zona mista e no vestiário. Porém, a situação não ameaça a realização do jogo contra a Ferroviária, no dia 9, pelo Campeonato Paulista.

"O complexo social do São Paulo Futebol Clube passará por uma interdição de período ainda indeterminado, a partir deste domingo, para trabalhos de limpeza e reparos nas áreas atingidas pelo acúmulo de água, após as fortes chuvas deste sábado", disse a diretoria em nota oficial. "O Clube pede a compreensão e o apoio dos associados neste momento difícil, e informa que trabalhará intensamente para readequar as dependências do complexo social às devidas condições", completou.

A mesma chuva também atrapalhou o jogo do Santos com o Oeste, no Pacaembu. A partida começou com mais de uma hora de atraso enquanto a arbitragem esperava o gramado secar e ter condições de receber a partida.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.