São Paulo já admite perder volante Josué para a Europa

Clube paulista tenta renovar com o jogador desde a temporada passada. Contrato se encerra em dezembro

Guilherme Carvalho, do Jornal da Tarde,

17 de julho de 2007 | 19h28

Poucos dias após Josué retornar ao São Paulo, a diretoria do clube do Morumbi já admite perder o volante para o futebol europeu. No último domingo, o jogador foi campeão da Copa América da Venezuela e foi considerado o melhor atleta em campo na vitória por 3 a 0 sobre a Argentina. Com isso, o meia deve seguir o caminho de Mineiro, Fabão e Danilo, ex-companheiros na conquista do Brasileirão de 2006."É muito difícil segurar um jogador como o Josué hoje em dia. Sempre foi. Não é só porque atuou bem na Copa América, mas sim pelo que vem fazendo no São Paulo nos últimos anos. Mas, se ele realmente for embora, vamos fazer o quê? Vou bater nele? Muito pelo contrário, somos muito agradecidos por tudo que já fez no São Paulo", disse Marco Aurélio Cunha, superintendente de Futebol da equipe.O dirigente, no entanto, declarou que Josué não deve deixar o clube antes do término do Brasileirão. "Não acho provável que ele vá embora agora. No momento, seria muito difícil chegar alguma proposta que agradasse ao São Paulo. Ninguém quer pagar muito por algo que possa ter de graça no fim do ano [quando acaba o contrato do volante]. E o Josué também não iria querer sair agora, já que pode fazer um contrato muito mais vantajoso no fim do ano", analisou.Para impedir a saída de mais um jogador importante do esquema do técnico Muricy Ramalho, a diretoria são-paulina tenta desde o ano passado ampliar o acordo com o atleta, assim como fez com Mineiro, que deixou o time para atuar no alemão Hertha Berlim. "Não estou com pressa para renovar. Acho que se for acontecer, será naturalmente, até porque ainda não recebi nenhuma proposta. Hoje não sonho tanto em jogar na Europa como antigamente e se for para sair do São Paulo, tem que ser para algum lugar onde eu me sinta realizado. Aqui sou muito respeitado", comentou Josué, que pede aumento para ficar.Depois de pedir alguns dias de descanso por ter defendido o Brasil na Copa América, Josué agora pretende entrar em campo para defender o Fluminense, na quarta-feira, no Morumbi. "Jogar é sempre uma alegria. Espero não ter nenhum problema e quero agüentar os 90 minutos", comentou. Ele deve atuar ao lado de Hernanes, já que Richarlyson está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.Já o zagueiro Alex Silva, que também defendeu a equipe de Dunga, sofreu uma luxação no ombro direito no último treino da seleção na Venezuela e vai ficar de fora. Com isso, o jovem Breno, 17, segue como titular ao lado de Miranda e André Dias. O ala Jorge Wagner e os atacantes Borges e Aloísio também não pegam o Fluminense por causa de contusões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.