São Paulo já está de olho no confronto com Botafogo

Meta é terminar o primeiro turno na ponta. Mas antes, atual campeão brasileiro pega o Juventude e o Grêmio

Guilherme Carvalho, do Jornal da Tarde,

31 de julho de 2007 | 22h00

Embora ainda tenha dois jogos antes de enfrentar o atual líder do Brasileirão, é difícil esconder: o foco do São Paulo já está no Botafogo, adversário são-paulino no dia 8 de agosto, no Maracanã. Os dois clubes estão empatados na liderança do Campeonato Brasileiro, ambos com 28 pontos. Mas o time carioca leva vantagem nos critérios de desempate, por ter melhor saldo de gols do que a equipe paulista."A nossa decisão será contra o Botafogo. É muito importante vencer esse jogo para terminar o primeiro turno na liderança. Começar o returno em primeiro é uma facilidade a mais para buscar o título. Tanto que, nos últimos anos, o time que venceu o primeiro o turno acabou campeão", afirmou o zagueiro Alex Silva.Antes disso, porém, o São Paulo pega o Juventude, quinta-feira, no Morumbi, e enfrenta o Grêmio, domingo, em Porto Alegre. "Estamos pensando nesses jogos também, assim como eles também devem estar pensando nos jogos deles. Mas vamos dar uma secadinha, até porque, com certeza, eles também estão secando a gente", admitiu Alex Silva.Recuperado de torção no tornozelo direito, Alex Silva participou de jogo-treino contra a Inter de Limeira, na tarde desta terça-feira, no CT são-paulino. "Não senti nada e estou à disposição do professor [o técnico Muricy Ramalho] para a partida contra o Juventude. Se ele precisar de mim, espero poder ajudar", disse o zagueiro.Muricy, porém, ainda não definiu o time que enfrenta o Juventude. O meia Jorge Wagner está fora por ter levado o terceiro cartão amarelo e deve ser substituído por Hugo. "Mas não está nada certo. Pode ser que algum volante não jogue, até porque o Josué está reclamando de dores", despistou o técnico.Caso Josué não jogue, a opção de Muricy seria a volta de Richarlyson para o meio-de-campo e a entrada de Júnior na lateral-esquerda. Nesse caso, o time poderia até voltar a ter três zagueiros. O mais provável, no entanto, é que Josué jogue contra o Juventude.Enquanto isso, o atacante Dagoberto já está clinicamente recuperado de lesão muscular e volta a treinar com bola nesta quarta-feira. Mas o jogador só deve estar à disposição de Muricy no jogo contra o Grêmio, domingo, em Porto Alegre.Já o zagueiro André Dias irá começar tratamento nesta quarta-feira. Ele fez um exame nesta terça, para avaliar a gravidade da contusão muscular na coxa esquerda, mas os médicos do clube ainda não divulgaram o resultado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.