São Paulo joga clássico pensando na Libertadores

Enquanto muitos consideram clássico um jogo de importância ímpar, no São Paulo, o pensamento é outro. O técnico Muricy Ramalho já avisou que não irá colocar o time completo para a partida contra o Palmeiras neste domingo, às 16 horas, no Morumbi, e confessou que está mesmo mais preocupado com o Necaxa (México), adversário da quarta-feira, pela Copa Libertadores.?Não dá pra eu só pensar no Palmeiras tendo um jogo decisivo na quarta-feira. Se eu não tomar cuidado, descansar alguns jogadores, acabo pagando um preço muito alto. Vamos ver o que tenho de melhor pra esse jogo?, disse Muricy Ramalho. Sem Aloísio (poupado) e Marcel (com um estiramento muscular), quem vai ganhar uma chance no ataque do São Paulo é Borges, que discorda do chefe sobre a importância do jogo. ?É uma grande chance e espero ser aproveitado da melhor maneira e retribuir com uma boa vitória, de preferência com gol. Estou com muita vontade de jogar. Todo clássico é especial, fica marcado na carreira do jogador", disse o atacante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.