São Paulo joga contra o desânimo

O São Paulo entra em campo amanhã, para enfrentar o Gama, em Brasília, pela Copa do Brasil, mas os 11 jogadores de camisa verde não serão os maiores adversários do time comandado por Oswaldo de Oliveira. O principal obstáculo é interno: o desânimo da equipe, que perdeu a decisão do Campeonato Paulista para o Corinthians no sábado. O próprio treinador são-paulino diz não saber o que esperar de seus jogadores, que hoje ainda mostravam abatimento pela derrota para o rival. "Se o time se recuperou, só vai dar para saber no jogo. Não adianta antecipar", disse Oswaldo, que classificou seu time como "em franca recuperação". O treinador procurou ressaltar que, se a derrota foi ruim, não chegou a ser um desastre e, para todo o jogador de futebol, é indispensável conseguir encontrar motivação para seguir em frente e não se deixar abater pelo passado. "Perdemos, e ninguém ficou feliz. Mas fomos vice-campeões e enfrentamos um time difícil na final e isso não é nenhum desastre", ressalta o técnico. O atacante Luís Fabiano parece ter entendido o recado. "Se a gente se deixar abalar, isso vai nos atrapalhar na hora do jogo", conclui o jogador, que foi artilheiro do estadual e também é líder dos goleadores da Copa do Brasil. Para o centroavante, o importante é recuperar o ânimo. "A gente tem de entrar em campo com vontade. Entrar desligado só vai piorar as coisas." Outro que quer esquecer o passado é o meia Ricardinho, que assim como Oswaldo, acredita que não há desculpa para falta de pegada. "Todo profissional precisa estar motivado para fazer o que gosta." Problemas é que não faltam para Oswaldo. Além do pouco tempo que teve parra recuperar o moral sua equipe, o grupo sofreu importantes baixas. Além de Kaká, Rogério Ceni também está fora da partida. O jogador sofreu um corte abaixo do joelho e levou cinco pontos. Será substituído por Roger. Outra baixa é a do volante Maldonado. O jogador, que ainda negocia renovação de contrato, foi convocado para a seleção chilena e deixou vaga para Júlio Baptista, um dos destaques do São Paulo na decisão do Estadual. Gustavo Nery volta à defesa no lugar de Júlio Santos, com Fabiano e Gabriel nas laterais. O único setor do time que não sofreu alterações foi o ataque, onde Reinaldo e Luís Fabiano garantem o pode ofensivo do time. O atacante reserva Itamar foi expulso no jogo contra o São Raimundo e suspenso por duas partidas. Kléber deverá ocupar seu lugar no banco. Psicologia - Hoje, Oswaldo de Oliveira aproveitou para comentar a possibilidade de contar com o auxílio de um psicólogo. Disse que já contou com auxílio profissional em outras ocasiões. "Acho que tudo o que vier para somar é válido." O treinador, no entanto, fez uma ressalva: a de que não se pode ver o recurso como uma tábua de salvação para os problemas da equipe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.