José Luís da Conceição/AE
José Luís da Conceição/AE

São Paulo joga no Recife atrás da 6.ª vitória seguida

Time tricolor espera aproveitar mau momento do lanterna da Série A - o Sport - para manter a série

Bruno Deiro, O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2009 | 09h13

Após superar a própria crise, é a vez de o São Paulo explorar o mau momento de um rival para tentar encerrar o primeiro turno no G-4 do Campeonato Brasileiro. Na Ilha do Retiro, o time do técnico Ricardo Gomes encara neste domingo o lanterna Sport Recife, às 16 horas (ao vivo aqui no estadao.com.br), em busca da sexta vitória consecutiva.

Veja também:

linkNa lanterna, Sport Recife busca a redenção

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Invicto no Morumbi, é como visitante que o time tricolor tem consolidado sua arrancada no Brasileirão. Nas últimas três partidas fora de casa, venceu duas e buscou um empate na raça - 2 a 2 com o Internacional, no Beira-Rio, após estar perdendo por dois de diferença. Neste domingo, enfrenta uma equipe em situação preocupante na tabela e que tenta fazer as pazes com sua torcida.

 SPORT RECIFE
Magrão; Igor, Durval e César; Élder Granja, Andrade, Sandro Goiano, Fumagalli e Dutra; Ciro e Wilson
Técnico: Péricles Chamusca
 SÃO PAULO
Denis; Miranda, André Dias e Renato Silva; Adrián González, Richarlyson, Hernanes, Jorge Wágner e Júnior César; Borges e Washington
Técnico: Ricardo Gomes
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)

Estádio: Ilha do Retiro, em Recife (PE)

Horário: 16 horas

Internet: estadao.com.br

TV: Band e Globo

Durante a semana, elenco e comissão técnica do São Paulo evitaram a todo custo admitir como vantagem a situação delicada vivida pelos rivais. "Independentemente da situação, é sempre difícil enfrentar o Sport no Recife", despistou Washington. "Com o apoio da torcida, vão vir para cima da gente para sair dessa má fase".

O técnico Ricardo Gomes acredita que a torcida do Sport não vai abandonar a equipe pernambucana neste momento. "Acredito que haverá uma mobilização geral entre torcedores e time. Com certeza, não vai ser fácil".

Depois de fazer mistério durante toda a semana e sugerir a entrada de mais um meia na equipe, o treinador assegurou que Borges será o substituto do suspenso Dagoberto. Com a opção, o técnico coloca ao lado de Washington outro jogador de referência na frente.

A partida no Recife terá a estreia do lateral-direito argentino Adrián González, de 32 anos, que entra no lugar de Jean, suspenso. "Ele está bem fisicamente. É um jogador experiente, que é um especialista na posição", afirmou Ricardo Gomes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.