São Paulo joga para reencontrar caminho das vitórias

'Não podemos mais perder nenhum jogo, os adversários ganharão confiança', alerta o ala Jorge Wagner

Guilherme Carvalho, Agência Estado

12 de outubro de 2007 | 18h56

Perder do Fluminense do Maracanã não deveria ser considerado nenhum absurdo, ainda mais com uma folgada vantagem na liderança do campeonato e tendo que entrar em campo com uma equipe toda remendada. No entanto, depois de três derrotas consecutivas, a partida deste sábado, às 16 horas, no Maracanã, ganhou ares de dramaticidade para o São Paulo. "Não podemos mais perder nenhum jogo, pois isso pode fazer com que os adversários ganhem confiança e passem a acreditar no título", comenta o meia Jorge Wagner, um dos poucos que estão 100% garantidos no jogo. "Apesar de os outros resultados terem ajudado a gente, deixamos de ganhar pontos importantes e de aumentar ainda mais a nossa vantagem. Isso não pode mais acontecer", completa. Além de aumentar a pressão sobre o jogo do domingo que vem, contra o Cruzeiro em casa, um tropeço no Maracanã marcaria uma série de quatro derrotas consecutivas, fato que não ocorre com o São Paulo desde o começo de 2002, quando, em partidas do Rio-São Paulo e da Copa do Brasil, o time foi vencido por Palmeiras, São Caetano, Figueirense e Corinthians. Um revés significaria também a segunda derrota para o Fluminense nesse Brasileirão. "Esse tipo de coisa é importante para vocês. Para nós não tem isso de revanche, de série de derrotas. O que importa é que em nenhum desses jogos o São Paulo jogou pior do que adversário, isso mostra que não estamos no caminho errado e uma hora o resultado aparece", analisou Muricy Ramalho.FluminenseFernando Henrique; Gabriel, Thiago Silva, Luiz Alberto e Ivan; Fabinho, Romeu, Arouca e Thiago Neves; Alex Dias e SomáliaTécnico: Renato GaúchoSão PauloRogério Ceni (Fabiano); André Dias, Breno e Miranda; Leandro, Fernando, Hernanes, Jorge Wagner e Júnior; Diego Tardelli e AloísioTécnico: Muricy RamalhoÁrbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)Estádio: MaracanãHorário: 16 horasTV: Globo O treinador são-paulino, aliás, teve bastante dificuldade para montar a equipe que enfrenta o Fluminense. Além de Rogério Ceni ser dúvida, Richarlyson, Hugo e Bosco estão suspensos; Alex SIlva está na seleção; e Dagoberto, Borges, Fredson, Zé Luís e Souza, contundidos. Por causa disso, Muricy teve de levar a garotada para compor o banco de reservas no Rio de Janeiro. "Vai o Jackson, o Francisco Alex, o Sérgio Mota...vai todo mundo. É o que temos", disse. Outro que aparecerá no banco é o jovem atacante Thiago. "Mas isso não significa que vamos lá para brincar. O time é forte, competitivo e tem todas as condições de vencer o jogo", esbraveja o técnico. Como não gosta muito de lançar jovens atletas em ‘fogueira’, o provável é que Muricy escale Leandro na ala direita, já que não poderá contar Souza. No ataque, Dagoberto está fora e a dupla deverá ser formada por Diego Tardelli e Aloísio. Com o Fluminense em boa fase, o técnico Renato Gaúcho deve manter no time titular o lateral-direito Gabriel e o volante Romeu, que atuaram bem na vitória contra o Flamengo, no último domingo, e ganharam a posição de Rafael e David, respectivamente. A única alteração forçada será a entrada de Ivan na lateral-esquerda, na vaga de Junior César, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCBrasileirão Série A

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.