Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

São Paulo lança novo programa de sócio torcedor nesta terça

Com 55 mil participantes, clube quer chegar a 100 mil até dezembro

O Estado de S. Paulo

13 de julho de 2015 | 18h10

O São Paulo vai lançar nesta terça-feira o novo programa de sócio torcedor. O clube trabalha na reformulação do projeto desde março e tomou como base os pontos positivos ofertados por outras equipes para alavancar o número de adesões. Atualmente são 55 mil participantes e a meta é ter 100 mil até o fim do ano.

O departamento de marketing vai apresentar novos planos para atrair mais torcedores. Atualmente são três opções e agora serão mais cinco. Os preços vão entre R$ 12 e R$ 490 mensais. O São Paulo vai passar a ter uma moeda interna para o projeto, nomeada "Tricolor" e que vai custar R$ 5. Os torcedores vão juntar essa moeda a partir do pagamento de mensalidades, assiduidade aos jogos e compra de produtos oficiais.

O clube aguardava o time viver um bom momento na temporada para poder apresentar o programa. As duas vitórias seguidas no Brasileirão e o recorde de público no campeonato alcançado no último domingo, contra o Coritiba, motivaram a diretoria a divulgar a novidade. 

Pioneiro no programa de sócio torcedor, lançado em 1999, o clube foi ultrapassado pelos rivais nos últimos anos. Pelo ranking dos sócio torcedores, o São Paulo está atrás dos outros três grandes do futebol paulista e ocupa a oitava posição entre os times brasileiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.