Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Duarte/Inter

São Paulo leva virada do Internacional e fica distante da liderança

Tricolor vê Palmeiras abrir sete pontos de vantagem com derrota para o colorado, que continua em 2º no Brasileirão

Dani Arruda, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

14 Outubro 2018 | 18h08

O Internacional derrotou o São Paulo por 3 a 1, de virada, neste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Leandro Damião foi o destaque do jogo, com dois gols marcados e um pênalti sofrido, convertido por Nico López

Com a vitória, o time gaúcho chega aos 56 pontos, na vice-liderança, três pontos atrás do Palmeiras, na disputa pelo título. O São Paulo, que somou apenas três pontos nos últimos 15 disputados, estaciona no quarto lugar, com 52.

O resultado ainda manteve a invencibilidade do Internacional jogando no Beira-Rio neste Brasileirão. Agora são 11 vitórias e três empates diante dos torcedores colorados. 

Na 30ª rodada o São Paulo busca a reabilitação contra o Atlético-PR, sábado, 19h, no Morumbi. Já o Internacional será mandante novamente: encara o Santos, segunda-feira (22/10), às 20h, no Beira Rio. Para enfrentar o time paranaense, o técnico Diego Aguirre não poderá contar com Bruno Peres, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Anderson Martins, expulso. 

O JOGO

O primeiro tempo foi dominado pelo Internacional. O gol de Liziero, logo aos 2 minutos, gerou uma estratégia de ataque contra defesa, com o time do Morumbi encurralado na defesa e sem força ofensiva. Após cruzamento de Reinaldo pela esquerda, Liziero entrou livre na área e tocou de primeira, acertando o canto esquerdo de Lomba. Foi o primeiro gol dele no Brasileirão.

Em desvantagem, o time gaúcho empurrou o São Paulo para o seu campo de defesa e criou várias chances de marcar. Após o gol, o time de Aguirre não conseguiu sair no contra-ataque, tampouco valorizar a posse de bola, e acabou sufocado pelo Internacional, que teve dez finalizações contra o gol de Jean.

O clube gaúcho chegou a empatar o confronto aos 13 minutos, mas a auxiliar Neuza Back anotou impedimento de Nico López, em um lance polêmico. 

A sorte do São Paulo no Beira-Rio mudou aos 27 minutos, com a entrada de Leandro Damião no lugar de William Pottker, que deixou o gramado com uma lesão muscular na coxa direita. 

A pressão do Internacional continuou. Aos 41, D'Alessandro acertou o travessão após cobrança de falta. E, aos 45 minutos, depois de muito insistir, chegou ao empate. Nico López recebeu no meio-campo, arrancou até a linha de fundo e cruzou para Leandro Damião cabecear no canto esquerdo de Jean.

O segundo tempo começou, mas o cenário ataque contra defesa, não. O Internacional continuou no ataque e o São Paulo pressionado no campo de defesa. Logo no primeiro minuto, D'Alessandro cobrou falta e Jean salvou sobre a linha.

Cinco minutos depois, o clube gaúcho virou o placar. D'Alessandro cobrou falta, Victor Cuesta ajeitou de cabeça e Leandro Damião, na pequena área, tocou para as redes. Foi o gol de número 105 do atacante com a camisa do Internacional. 

Depois de passar mais de 50 minutos apenas se defendendo, em desvantagem no placar, o São Paulo resolveu atacar e levou perigo com Hudson, aos 14 minutos: após cruzamento de Rojas, na marca de pênalti, o meia tocou com perigo, mas errou o canto esquerdo de Lomba. Em seguida, Nenê cobrou falta e a bola passou perto do travessão.

Em busca do empate, o técnico Diego Aguirre arriscou e colocou dois atacantes em campo: Tréllez e Carneiro. O time reagiu em campo e se lançou ao ataque. Aos 32 minutos, o São Paulo chegou a empatar o jogo, mas o gol foi anulado, com Bruno Alves em posição de impedimento. 

O clube paulista ainda tentou o empate até os minutos finais, mas não conseguiu superar o sistema defensivo do Internacional, que, nos acréscimos ainda chegou ao terceiro gol, após Anderson Martins derrubar Leandro Damião dentro da área. Na cobrança do pênalti, Nico López cobrou forte no meio do gol e garantiu a vitória do time colorado. 

Ficha Técnica

Internacional 3 x 1 São Paulo

Gols: Liziero, aos 2 e Leandro Damião, aos 45 minutos do 1º tempo; Leandro Damião, aos 6 e Nico López, aos 49 minutos do 2º tempo.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano, Víctor Cuesta, Emerson Santos (Klaus) e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e D'Alessandro (Wellington Silva); Nico López e William Pottker (Leandro Damião). Técnico: Odair Hellmann

SÃO PAULO: Jean; Bruno Peres, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson, Nenê (Carneiro), Joao Rojas e Liziero (Tréllez); Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre

Cartões amarelos: Bruno Peres, Jucilei, Bruno Alves.

Cartão vermelho: Anderson Martins.

Juiz: Braulio da Silva Machado (SC).

Público: 45.263 torcedores.

Renda: R$ 1.307.521,00.

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.