Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

São Paulo libera Hernanes de treino e vê permanência como improvável

Com o retorno exigido por time chinês, meia deve viajar à Espanha para se reapresentar e tentar negociar continuidade no clube paulista

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

05 Janeiro 2018 | 10h23

O São Paulo considera improvável continuar com Hernanes no elenco. O meia foi liberado da atividade desta sexta-feira, no CT da Barra Funda, após o Hebei Fortune, clube chinês dono dos direitos econômicos dele, exigir o retorno ao elenco. O jogador deve viajar em breve para a Espanha, onde o time asiático realiza pré-temporada, para tentar negociar a prorrogação da permanência na equipe do Morumbi.

+ Elenco do São Paulo intensifica preparação

+ Mesmo afastado, Del Nero continua no comando da CBF

A diretoria do São Paulo não vê com otimismo essa pendência e admite o risco em perder o jogador. O Hebei Fortune acionou uma cláusula de contrato para ter o meia de volta antes do fim do contrato de empréstimo, previsto para terminar em 30 de junho de 2018. O clube do Morumbi tem tentado contornar a pendência, mas considera o assunto bastante delicado.

Hernanes chegou ao time chinês em 2017, ao deixar a Juventus, da Itália, em uma negociação de cerca de R$ 33 milhões. No ano passado ele foi fundamental para manter o São Paulo na Série A do Campeonato Brasileiro, ao atuar em 19 partidas e marcar nove gols. A vontade dele seria de continuar na equipe neste primeiro semestre de 2018, para tentar conseguir uma vaga na equipe da seleção brasileira que vai disputar a Copa do Mundo.

A negociação com os chineses tem sido difícil. O Hebei insiste no retorno do jogador e exige a presença de Hernanes na segunda-feira, junto com o elenco. O São Paulo está em contato com representantes de Hernanes e do meia para conseguir solucionar o problema e não ter afetado o planejamento para a temporada.

Além de Hernanes, o elenco pode ter mais outras baixas. O River Plate tem interesse no atacante argentino Lucas Pratto e o Universidad de Chile quer contratar o meia Thomaz. O técnico do time, o argentino Ángel Hoyos, é admirador do futebol do jogador há tempos e, inclusive, quando dirigia a seleção boliviana, pediu para que ele se naturalizasse boliviano para defender a equipe.

Mais conteúdo sobre:
futebol São Paulo Futebol Clube Hernanes

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.