Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

São Paulo liga alerta para queda de rendimento no Morumbi

Time vê aproveitamento como mandante despencar 20% no segundo turno e se cobra por reação

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

24 de setembro de 2018 | 05h00

Candidato ao título do Campeonato Brasileiro, o São Paulo tem ido mal em um atributo fundamental para se chegar à conquista do torneio. A equipe perdeu bastante rendimento como mandante no segundo turno. O aproveitamento do time quando atua no Morumbi caiu quase 20% em comparação ao resultados da primeira metade da competição.

O empate em 1 a 1 com o América-MG, no sábado, reforçou a série irregular da equipe em casa. No segundo turno foram quatro jogos, com dois empates por 1 a 1 e duas vitórias por 1 a 0. Os dois resultados positivos contra Ceará e Bahia, equipes que estão na metade de baixo da tabela, vieram com gols no segundo tempo, com atuações pouco convincentes.

"Os jogadores e eu estamos frustrados. Estamos juntos na vitória e em jogos como hoje. Temos que trabalhar para ganhar o próximo jogo e voltar a alegria. São coisas que lamentavelmente acontece", comentou o técnico Diego Aguirre. Nas cinco últimas rodadas, o São Paulo ganhou apenas uma partida, do Bahia, e acumulou três empates, dois deles em casa.

Neste segundo turno o São Paulo tem aproveitamento de 67% dos pontos no Morumbi. No primeiro turno, o rendimento foi bem acima. A equipe atingiu 85% de aproveitamento, ao ganhar sete das nove partidas disputadas. "Esse empate com sabor de derrota, mas temos que levantar a cabeça e ir para cima no próximo jogo", disse o meia Everton Felipe depois do empate em 1 a 1 com o América-MG.

A queda de rendimento no Morumbi vem em um momento em que o clube comemora um recorde de público. Pela primeira vez na história do Brasileiro o São Paulo atingiu a série de sete partidas seguidas com mais de 40 mil pessoas no estádio. A média de torcedores por jogo tem sido de 38 mil. Na próxima rodada, no entanto, o compromisso será contra o Botafogo, no Rio.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.