São Paulo luta contra a crise e o tabu

?Temos de rezar muito para chegar à Libertadores.? A frase, sincera e espontânea, do goleiro Rogério Ceni traduz bem o delicado momento do São Paulo. O futebol do time caiu radicalmente, o técnico Roberto Rojas segue ameaçado de perder o cargo, Ricardinho não consegue jogar bem e a torcida protesta. É nesse clima que a equipe vai tentar ? e precisa urgentemente ? quebrar um tabu histórico diante do São Caetano, adversário deste domingo, no Anacleto Campanella. Nos cinco jogos disputados contra o rival do ABC, o São Paulo nunca venceu. Perdeu três vezes e empatou duas.Leia mais no O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.