Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

São Paulo 'made in Cotia' ganha da Ponte Preta e engata 2ª vitória seguida

Time que atuou neste sábado no Morumbi tinha cinco jogadores formados na base

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

22 Outubro 2016 | 18h54

Com quase 50 mil torcedores no Morumbi, o São Paulo engatou sua segunda vitória seguida no Campeonato Brasileiro, após viver uma má fase com jejum de resultados positivos, e se afastou ainda mais da zona de rebaixamento. A vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta veio com um time montado com cinco titulares formados nas categorias de base do CT de Cotia e contou com a estrela de David Neres, que marcou seu primeiro gol no profissional.

O técnico Ricardo Gomes promoveu duas alterações na equipe, por opção técnica, colocando jovens formados no CT de Cotia no ataque da equipe: David Neres e Pedro entraram nos lugares de Robson e Chavez, respectivamente. E foi com a ajuda dos garotos da base que o time logo chegou ao primeiro gol.

Em uma bola no ataque, pelo alto, Pedro subiu mais que o zagueiro e desviou de cabeça, deixando Mena livre. O chileno entrou na área e quando tocou para trás, o zagueiro Fabio Ferreira tocou com a mão na bola e o juiz marcou pênalti. O peruano Cueva cobrou com precisão e deixou o São Paulo em vantagem.

Se Pedro ganhava quase todas pelo alto - e quase deixou sua marca no primeiro tempo em um cruzamento da esquerda, quando Aranha se enrolou com seu companheiro, mas conseguiu se recuperar a tempo e mandar para escanteio, David Neres dava trabalho pelo lado direito do ataque, num duelo particular com Reinaldo, da Ponte Preta.

Além da dupla de atacantes, o São Paulo ainda tinha outros três jogadores formados em Cotia: os zagueiros Rodrigo Caio e Lyanco, e o volante João Schmidt. E foi com quase meio time vindo de suas categorias de base que o tricolor suportou a pressão da equipe de Campinas no segundo tempo - Luiz Araújo e Wellington, também da base, entraram no decorrer do jogo.

E quando a Ponte mais pressionava, o São Paulo fez o segundo, com David Neres, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio no rebote do chute de Thiago Mendes que bateu na trave. Como vinha de vitória no Campeonato Brasileiro, o São Paulo já não sentia a pressão de estar tão próximo da zona de rebaixamento e os jogadores pareciam ter mais confiança. Claro que o time ainda abusou dos erros de passes, mas mostrou-se atento durante os 90 minutos para ganhar mais três pontos na competição. Com a ajuda dos meninos de Cotia.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 x 0 PONTE PRETA

SÃO PAULO - Denis; Wesley, Lyanco, Rodrigo Caio e Mena; João Schmidt, Thiago Mendes e Cueva; David Neres (Wellington), Pedro (Chavez) e Kelvin (Luiz Araújo). Técnico: Ricardo Gomes.

PONTE PRETA - Aranha; Nino Paraíba, Antonio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vítor, Wendel (Thiago Galhardo), Rhayner, Maycon e Clayson (Felipe Azevedo); Roger (William Pottker). Técnico: Eduardo Baptista.

GOLS - Cueva, aos 11 minutos do 1º tempo; David Neres, aos 36 minutos do 2º tempo.

JUIZ - Marcelo de Lima Henrique (PE).

CARTÃO AMARELO - Roger (3º).

PÚBLICO - 49.673 pagantes.

RENDA - R$ 600.541,00.

LOCAL - Morumbi, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.