Sérgio Neves/AE
Sérgio Neves/AE

São Paulo mira a Libertadores e quer esquecer clássico

Após perder para o Corinthians, equipe tricolor vai ao México para enfrentar o Monterrey no torneio sul-americano

AE, Agência Estado

29 de março de 2010 | 10h23

Poucas horas depois de o São Paulo ser derrotado por 4 a 3 pelo Corinthians, os jogadores do time do Morumbi embarcaram no domingo à noite para o México, onde a equipe enfrentará o Monterrey na próxima quarta-feira, pela Copa Libertadores. A possibilidade de ficar mais próximo da vaga na fase seguinte da competição continental serve como consolo para o time que tenta esquecer e corrigir as falhas cometidas no clássico.

Veja também:

linkRonaldo diz que vitória dá confiança ao Corinthians

linkRogério Ceni é agredido por funcionário do Pacaembu

linkApós cobrar time, Mano Menezes festeja nova postura

linkRicardo Gomes rebate Cicinho e Dagoberto após duelo

linkCorinthians mantém tabu, vence São Paulo e continua na briga pela vaga

lista PAULISTÃO - Leia mais do torneio

tabela Classificação | lista Tabela

"Temos de esquecer este jogo e pensar na Libertadores. Isso acontece, é coisa do futebol. A equipe foi guerreira e teve a chance de virar, mas não conseguiu", afirmou o atacante Fernandinho.

Já o volante Rodrigo Souto viajou com a sensação de dever cumprido, depois de ter marcado dois gols no clássico, mas ao mesmo tempo ficou chateado com o gol que a equipe sofreu no final e decretou a derrota para o Corinthians. Agora, porém, afirmou que o time precisa esquecer o clássico e usá-lo como lição para o duelo no México.

"Tivemos o pensamento da vitória, mas agora temos de levantar a cabeça. São duas classificações que estão nas nossas mãos (no Paulistão e na Libertadores). Não adianta a gente ficar pensando. Futebol é assim", disse o jogador.

Líder do Grupo 2 da Libertadores, o São Paulo sabe que um bom resultado no México poderá deixá-lo muito próximo da classificação para a próxima fase, já que em seguida a equipe fechará a sua participação na primeira fase em uma partida em casa, contra o Once Caldas, atual vice-líder da chave.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.