Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
JF Diório|Estadão
JF Diório|Estadão

São Paulo mira contratação de mais um camisa 10 para o Brasileirão

Rogério Ceni quer outra opção para posição do peruano Cueva

O Estado de S.Paulo

13 de março de 2017 | 07h00

A ausência de Cueva na derrota para o Palmeiras no clássico do último sábado fez o São Paulo colocar como meta contratar um novo meia para a disputa do Campeonato Brasileiro. Após a derrota por 3 a 0, no Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista, Rogério Ceni afirmou que o clube procura um outro "camisa 10".

"Temos o Lucas Fernandes, mas ele não gosta de jogar de 10, ele gosta de ser o 8. Temos o Shaylon, mas são dois meninos de 19 anos. Agora não é mais possível, mas para o Brasileiro, precisamos de um camisa 10 com a característica dele (Cueva)", avisou Ceni.

O peruano se recupera de dores musculares na coxa esquerda. Ele foi vetado do jogo contra o Palmeiras por "precaução", explicou Ceni depois do clássico. Havia uma preocupação da comissão técnica de que o jogador sofresse uma lesão mais grave.

Cueva é o vice-artilheiro do São Paulo nesta temporada. Ele marcou cinco gols em 2017, mesmo número de Luiz Araújo e um a menos que Gilberto (seis gols). Mas, além dos gols, Cueva tem um papel importante no meio de campo do time de Ceni, na organização e criação das jogadas.

O treinador são-paulino, no entanto, não quis relacionar a derrota para o Palmeiras com a ausência de Cueva. "O time consegue andar sem ele, mas prefiro que ele esteja em campo. Mas não posso colocá-lo para jogar com risco de lesão", afirmou Ceni.

Cueva será reavaliado pelo departamento médico e pela comissão técnica para definir seu retorno. Existe a possibilidade de ele voltar ao time nesta quarta-feira diante o ABC pela Copa do Brasil. O jogo será disputado em Natal. O São Paulo, que venceu o primeiro jogo por 3 a 1, pode perder por 1 a 0 para se classificar à próxima fase.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.