São Paulo muda contra São Raimundo

O São Paulo tenta mostrar tranqüilidade para a importante partida contra o São Raimundo, amanhã, às 20h30, no Morumbi, pela Copa do Brasil. O time, que precisa vencer por uma diferença de três gols para se classificar sem a necessidade de uma disputa de pênaltis não fez um treino com o meio-de-campo e o ataque titular. Além disso, o técnico Oswaldo de Oliveira promoveu uma alteração na defesa, colocando Gustavo Nery na função de zagueiro e Fabiano na lateral. "Quero melhorar a nossa saída de bola e torna a nossa defesa mais veloz. Além disso o Gustavo já jogou na posição no ano passado", explicou o treinador são-paulino sobre a presença do lateral como zagueiro. O jogador acha que não terá problemas para atuar na nova função. "Joguei contra o Inter e o Guarani deste jeito", disse o novo zagueiro do time do Morumbi, lembrando que jogou na posição nas categorias de base. Ao mesmo tempo, o meia Kaká e o atacante Reinaldo, que já não haviam treinado na segunda-feira, voltaram a ser poupados e o lateral Leonardo Moura aumentou o grupo. O primeiro faz manutenção da recuperação da contusão na coxa enquanto o outro está gripado. "Acho que os dois estão bem integrados ao time e a ausência deles nos treinos não chega a ser um problema", diz Oswaldo. O técnico diz que confia na presença dos dois contra o São Raimundo mas, se não jogarem, Júlio Baptista e Kléber serão os substitutos, uma vez que hoje o treinador determinou que o meia Adriano só voltará a ser relacionado em jogos após recondicionamento físico. A situação mais preocupante, no entanto, é a de Leonardo, com dores no púbis. O jogador deverá ser avaliado pelos médicos amanhã e, se ele não jogar, Gabriel vai assumir a vaga. Seca - Apesar de não ter sido o principal alvo das críticas da torcida, o atacante Reinaldo está preocupado. O jogador ainda não marcou gols nesta temporada e espera acabar com o tabu contra o São Raimundo, quando seus gols serão mais do que necessários. "Já fiquei cinco jogos, mas nunca sete sem marcar como agora. Mas sinto que a esta seca está perto de acabar", disse o jogador. Mas nem tudo é preocupação. O volante Maldonado, cujo contrato com o São Paulo encerraria quinta-feira, prorrogou sua presença no clube por mais um mês, o suficiente para jogar a decisão do Campeonato Paulista. "Acho que isso é positivo para o jogador porque ele entra em campo com mais tranqüilidade", afirmou Oliveira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.