São Paulo muda estratégia na Libertadores

O São Paulo vai mudar a estratégia para o próximo jogo da Libertadores, dia 24, contra o Cobreloa, em Calama. Mas não dentro de campo. A pedido do técnico Cuca, a delegação chegará ao local da partida dois dias antes de sua realização, diferentemente do que ocorreu diante da Liga Deportiva Universitária (LDU), dia 4, quando o grupo desembarcou em Quito poucas horas antes do início do jogo. Contra a LDU, os médicos e o fisiologista Turíbio Leite de Barros sugeriram que o São Paulo fosse a Quito somente no dia do confronto para que os jogadores não sentissem tanto os efeitos dos 2.850 metros de altitude da capital equatoriana. Só que o time não foi bem ? perdeu por 3 a 0 ? e Cuca achou que o elenco não incorporou o clima da partida. Os são-paulinos pegarão o avião rumo ao Chile na manhã de segunda-feira, vão parar em Santiago para depois seguir até Calama, aonde deverão chegar no início noite. Terão a terça-feira para treinar e se ambientar. ?O Cuca preferiu ter prazo maior para trabalhar no local do jogo, para que os jogadores sintam o clima?, contou Marco Aurélio Cunha, superintendente de Futebol. E a adaptação a Calama não é das mais fáceis. A cidade, localizada no Deserto de Atacama, é extremamente quente. A idéia do clube era deixar São Paulo já no domingo, mas isso não será possível por causa da partida contra o São Caetano, pelas quartas-de-final do Campeonato Paulista. Cuca já definiu a equipe, mas faz mistério em uma posição. Não quer confirmar se escalará Souza ou Marquinhos no meio-campo. Marquinhos, por sinal, necessita de boas atuações para permanecer no Morumbi no segundo semestre, pois seu contrato termina em 30 de junho. Grafite, autor dos gols da vitória por 2 a 1 sobre o Juventus, contou, nesta terça-feira, que deu autógrafos para corintianos e revelou que atletas juventinos chegaram a pedir ao São Paulo para entregar o jogo. Luís Fabiano, convocado para a seleção, disse estar confiante em ser titular contra o Paraguai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.