São Paulo não poupa ninguém no clássico

Em festa com a classificação para a semifinal da Libertadores, garantida na noite de quarta-feira, o São Paulo busca, agora, recuperar a liderança isolada do Campeonato Brasileiro. E, para isso, não vai medir esforços. Ao contrário do que vinha fazendo nas últimas semanas, Cuca não vai poupar nenhum jogador no clássico de domingo, contra o Corinthians, no Morumbi, embora a prioridade seja a competição continental.Ele tem seus motivos para pôr todos os titulares em campo. O primeiro jogo da semifinal da Libertadores será apenas no dia 9 e, por isso, não há necessidade de dar descanso a ninguém, de acordo com o treinador do São Paulo.O único atleta que deverá ficar fora da partida é Luís Fabiano, convocado pela seleção brasileira para os confrontos com Argentina e Chile, pelas Eliminatórias, na semana que vem. A apresentação ao técnico Carlos Alberto Parreira, porém, já será nesta sexta-feira. Seu substituto, provavelmente, vai ser Diego Tardelli.Quem pensa que o São Paulo vai com excesso de tranqüilidade para o clássico, engana-se. Elenco e comissão técnica saíram do aeroporto de Cumbica, na manhã desta quinta-feira, com uma certa sensação de pressão pela vitória, imposta pelos torcedores no momento do desembarque. Ganhar do Corinthians, na atual fase, passou a ser obrigação. "A responsabilidade maior está com a gente, mas em clássico é diferente", ressaltou Cuca.De qualquer maneira, o ambiente no Morumbi não poderia ser mais tranqüilo. Mesmo uma suposta derrota no fim de semana não abalaria o clube, que já faturou mais de R$ 6,3 milhões com a campanha de sucesso na Libertadores. "Vamos chegar pelo menos à final da Libertadores", garantiu Cuca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.