Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

São Paulo não quer treinar pênaltis para encarar o Atlético-MG

Thiago Mendes diz que time pode se classificar no tempo normal

O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2016 | 05h00

A confiança em conseguir a classificação para a semifinal no tempo normal diante do Atlético-MG é tão grande pelos lados do São Paulo, que os jogadores não pretendem treinar cobrança de pênaltis. O time passou em branco na atividade de segunda-feira e deve fazer o mesmo nesta terça-feira, onde treinará no local da partida com os mineiros, o estádio Independência.

Para o volante Thiago Mendes, a falta de treino não deve ser problema. “A gente não treinou mesmo, porque isso é coisa de momento. Temos de fazer de tudo para não levar para os pênaltis”, disse o jogador. A exceção foi o goleiro Dênis.

O fato é que pênaltis para o São Paulo se tornou um tormento nesta temporada. O time já perdeu seis cobranças e marcou gol em apenas duas. Calleri e Michel Bastos fizeram uma gol cada, mas também já perderam duas vezes cada. Ganso e Maicon também desperdiçaram suas chances.

Uma das esperanças do Atlético avançar na Libertadores é pela força que mostra quando joga no Horto. Thiago Mendes também não vê motivos para muita preocupação. “É normal e não mete medo em nada. Igual eles estão falando que cair lá está morto, é a mesma coisa que ir ao Morumbi e sentir o peso da nossa torcida. Vai ser difícil, mas não impossível”, declarou o volante.

No primeiro jogo, realizado no Morumbi, o São Paulo venceu por 1 a 0, gol de Michel Bastos, e joga pelo empate. Derrota por 1 a 0 a decisão vai para os pênaltis. Se perder por um gol de diferença, mas marcar, está classificado.

 

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    São Paulo FCAtlético-MGFutebol

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.