São Paulo negocia Maldonado e Belletti

A operação-desmonte do time do São Paulo deve prosseguir essa semana, com a venda do volante Maldonado. Dois clubes italianos - Atalanta e Udinese - disputam o passe do jogador chileno. O negócio pode ser fechado até sexta-feira, dia marcado para a chegada ao Brasil de Hugo Rubio, procurador de Maldonado. O volante não esconde seu desejo de atuar no badalado futebol italiano. "Aqui no São Paulo todos sabem que a minha vontade é atuar na Itália. Mas, se a negociação não se concretizar, ficarei contente da mesma forma. Afinal, devo muito ao São Paulo, o clube que me projetou", disse o volante nesta segunda-feira à tarde. Depois de França, vendido ao Bayer Leverkusen, da Alemanha, por US$ 8,5 milhões, Maldonado pode ser o quarto jogador a deixar o elenco. Antes dele, tinham sido dispensados o volante Douglas e o lateral-esquerdo Diogo. O processo de reformulação continua. O lateral-direito Belletti, reserva de Cafu na Seleção Brasileira, está sendo oferecido na Europa pelo diretor de futebol Carlos Augusto de Barros e Silva. O Villareal, da Espanha, ofereceu US$ 2,5 milhões pelo jogador. O São Paulo recusou a proposta. Só vende Belletti - bem valorizado por estar integrando a Seleção Brasileira - por US$ 4 milhões. O Fenerbahce, da Turquia, tem interesse pelo lateral-esquerdo Gustavo Nery. Outro assunto pendente no Morumbi é a renovação do contrato do lateral-direito Gabriel. Foram interrompidas as negociações com o ex jogador Vladimir, pai do lateral. Motivo: a viagem de Barros e Silva à França. O dirigente foi tratar da prorrogação do empréstimo do atacante Reinaldo, que pertence ao Paris Saint-Germain. Com a volta do dirigente ao Brasil, marcada para esta terça-feira, as negociações para a renovação do vínculo de Gabriel terão prosseguimento. Outra negociação que pode ser fechada nos próximos dias é a troca do meia Souza pelo meia e atacante Fernando Diniz, do Fluminense. O técnico Oswaldo de Oliveira é o maior interessado na contratação de Diniz, que foi seu jogador no clube carioca. Enquanto a diretoria se mexe para reforçar o time, os jogadores fazem treinos físicos no CT da Barra Funda. Nesta segunda-feira, sem a presença de Oswaldo de Oliveira - que foi a uma reunião do Ministério dos Esportes -, a equipe treinou em dois períodos. Sexta-feira cedo o São Paulo faz um jogo-treino contra o São Caetano, no CT da Barra Funda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.