Ciro Campos/ Divulgação
Ciro Campos/ Divulgação

São Paulo negocia patrocínio com empresa de aplicativo de táxis

Clube tenta fechar anúncio nas mangas da camisa tricolor

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

20 de maio de 2015 | 11h48

O São Paulo negocia para fechar o patrocínio com uma empresa de aplicativo de táxis para anunciar nas mangas da camisa do time. O clube está sem patrocinador master desde o fim da última Copa do Mundo e tem na possibilidade de obter com o possível acordo uma forma de aliviar as finanças e minimizar problemas como o atraso no pagamento dos direitos de imagem para os jogadores.

A diretoria trata o assunto ainda com cautela até que o acordo seja concluído. O clube fechou no começo deste ano o patrocínio com duas empresas, uma para anúncios em mídias sociais e outra para ações na área de comunicação e relacionamento. Outra parceria recente é com a Under Armour, que no mês de maio começou a fornecer os uniformes para o time, em contrato válido por cinco temporadas.

O clube tem recebido propostas para patrocínio master, mas até agora nenhuma agradou. A diretoria evita ter pressa em fechar um novo acordo por entender que caso opte por um contrato ruim, reduziria o valor de mercado do São Paulo. A patrocinadora anterior do clube foi a Semp Toshiba, que durante dois anos pagou cerca de R$ 23 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.