São Paulo negocia venda de 2 jogadores

O São Paulo pode ter seus problemas financeiros resolvidos na semana que vem. O clube negocia a venda dos direitos de dois jogadores, Gustavo Nery e Júlio Baptista, com os quais deve arrecadar, no total, cerca de US$ 6 milhões ? R$ 17 milhões. O presidente Marcelo Portugal Gouvêa declarou que, na segunda ou terça-feira, representantes do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, desembarcarão no Brasil para tentar fechar negócio com o lateral, pelo qual pagam US$ 2,2 milhões à vista. Nesta sexta, chegou proposta do Sevilla, da Espanha, de cerca de US$ 3,5 milhões pelo volante.Marcelo Portugal Gouvêa prefere dizer que vai estudar as ofertas, mas sua intenção é concretizar as duas transações. Embora ambos sejam bons jogadores, não são insubstituíveis. Júlio Baptista nem sequer é titular. O atleta, que está nos Estados Unidos com a seleção Sub-23, não esconde desejo de atuar na Europa.A situação de Gustavo Nery é um pouco diferente. O curinga são-paulino insistiu, nesta sexta, que não gostaria de jogar na Ucrânia. Prefere esperar mais alguns dias por alguma proposta de clubes da Espanha, da Itália ou de Portugal. Caso isso não ocorra, porém, deve aceitar a transferência para o Shakhtar Donetsk. Os compromissos financeiros do São Paulo até o fim do ano atingem R$ 27 milhões, valor que o clube não conseguirá acumular com as receitas ordinárias, como bilheteria de jogos e patrocínio. Por isso, a solução são as negociações. Wagner Ribeiro, empresário de Kaká, está na Europa para buscar interessados pelo meia. O Milan mostrou disposição em contratá-lo, mas não agora e sim no ano que vem. O agente viaja neste sábado para a Inglaterra, para fazer novos contatos. O contrato de Kaká vai até janeiro de 2005 e, se o clube não conseguir vendê-lo antes, não levará nada numa eventual transação. Por isso, se Wagner Ribeiro voltar da Europa com uma boa oferta, o meia vai embora. Marcelo Portugal Gouvêa pede US$ 15 milhões, mas aceitaria receber US$ 10 milhões.

Agencia Estado,

18 de julho de 2003 | 20h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.