São Paulo obtém efeito suspensivo e Denilson é liberado

O técnico Adilson Batista obteve um importante reforço para a partida de sábado, contra o Atlético Paranaense, no Morumbi. Nesta sexta-feira, o departamento jurídico do São Paulo conseguiu um efeito suspensivo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), liberando o volante Denilson para atuar no confronto.

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2011 | 17h05

Expulso na partida contra o Coritiba, no Couto Pereira, Denilson recebeu duas partidas de suspensão. A primeira já foi cumprida contra o Vasco, na derrota por 2 a 0. E, agora, está liberado até que novo julgamento - ainda sem data marcada - seja realizado.

A presença de Denilson é fundamental para Adilson, que tem uma série de desfalques no sistema defensivo. Os zagueiros Xandão, Rodrigo Caio e Luiz Eduardo, contundidos, e Bruno Uvini, defendendo o Brasil no Mundial Sub-20, estão fora da partida. Rhodolfo também se recupera de lesão e ainda não foi liberado pelo departamento médico. Assim, Denilson pode ficar com a vaga do volante Zé Vitor, testado na posição, e atuar ao lado de João Filipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.