São Paulo oscila, mas bate Náutico e reage no Brasileiro

Tricolor sofre com a falta de pontaria de seus atacantes, mas aproveita fragilidade da equipe pernambucana para golear por 3 a 0

Felipe Rosa Mendes, Agência Estado

16 de outubro de 2013 | 22h57

SÃO PAULO - Ainda em busca do seu bom futebol, o

Sem aproveitar a chance, o time pernambucano viu os anfitriões crescerem novamente em campo. O São Paulo saiu da defesa e foi buscar o segundo gol aos 20 minutos. O irregular Ganso fez fila na entrada da área, ao passar por três marcadores, e finalizou para o gol. A bola ainda desviou no pé da trave antes de entrar. O belo lance renovou a confiança dos são-paulinos, que ampliaram oito minutos depois. Welliton, que acabara de entrar no lugar de Aloísio, recebeu dentro da área e encheu o pé: 3 a 0. Mais confiante, o São Paulo se manteve no ataque e, com tranquilidade, soube administrar a boa vantagem até o apito final.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 3 x 0 NÁUTICO

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Rafael Toloi, Rodrigo Caio, Edson Silva; Reinaldo, Wellington, Denilson (Fabrício), Maicon e Paulo Henrique Ganso (Jadson); Ademilson e Aloísio (Welliton). Técnico: Muricy Ramalho.

NÁUTICO - Ricardo Berna; Dadá (Auremir), Alison, William Alves e Bruno Collaço; Derley (Diego), Elicarlos, Martinez e Tiago Real; Maikon Leite e Peña (Jones Carioca). Técnico: Marcelo Martelotte.

GOLS - Ademilson, aos 30 minutos do primeiro tempo. Ganso, aos 20, e Welliton, aos 28 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Denilson, Peña, Tiago Real, Rodrigo Caio.

ÁRBITRO - Elmo Alves Resende Cunha (GO).

RENDA - R$ 159.515,00.

PÚBLICO - 14.942 pagantes.

LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.