Marcelo Endelli / AFP
Marcelo Endelli / AFP

São Paulo passa fácil pelo Racing e garante vaga nas quartas da Libertadores

Rigoni, com dois gols, e o garoto Marquinhos, de 18 anos, garantiram a vitória por 3 a 1 em Buenos Aires; time tricolor pode encarar Palmeiras na próxima fase

João Prata, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2021 | 23h25

Com uma grande apresentação, o  São Paulo venceu o Racing por 3 a 1 nesta terça-feira, em Buenos Aires, e garantiu vaga para as quartas de final da Copa Libertadores. Na próxima fase, o time tricolor enfrentará o vencedor do confronto entre Universidad Católica e Palmeiras. A equipe alviverde venceu o jogo de ida por 1 a 0, fora de casa, e decide a vaga nesta quarta, às 19h15, no Allianz Parque.

Apesar de atuar na Argentina, o  São Paulo parecia estar em seu estádio. Destaque para a atuação das três novidades na escalação de Crespo:    Miranda, Rigoni e  o garoto Marquinhos, de apenas 18 anos.

 O zagueiro foi impecável e  ainda iniciou a jogada do primeiro gol. Ele  roubou a bola de seu xará argentino no último minuto do primeiro tempo e deu belo lançamento para Marquinhos. O atacante tentou tirar do goleiro Arias, que desviou. A bola tocou na trave e sobrou nos pés de Rigoni, que mandou para as redes do Racing. O 1 a 0 no placar refletiu o que foi a primeira etapa. Os visitantes ditaram o ritmo e poderiam até ter aberto o placar antes, caso Marquinhos tivesse tocado para Rigoni após  contra-ataque.

Marquinhos parecia um veterano e acertou cabeceio na trave um pouco depois. O Racing só assustou nos 45 minutos iniciais em jogada de bola parada.  Copetti desviou com perigo ao gol de Tiago Volpi.

Logo na volta do segundo tempo, o garoto revelado pelas categorias de base do São Paulo acertou a mira. Benítez deu belo lançamento entre a zaga, Marquinhos invadiu a área e tocou na saída de Arias: 2 a 0. Foi o primeiro gol do jovem no profissional do time tricolor. 

O Racing se perdeu em campo. O São Paulo passou a tocar a bola com tranquilidade e chegou fácil ao terceiro. Marquinhos recebeu na esquerda e rolou para Rigoni marcar o segundo dele na partida.

Com a classificação praticamente garantida, o São Paulo relaxou e tomou um susto. Javier Correa recebeu na entrada da área e bateu colocado para diminuir a vantagem.

O time argentino ainda esboçou uma reação, mas logo a equipe de Crespo tomou conta da partida novamente. Marquinhos deixou o campo para dar lugar a Reinaldo. O Racing encheu sua equipe de atacantes, mas já estava desesperado. 

Nos minutos finais, o São Paulo se fechou em seu campo de defesa. Nem o contra-ataque estava tentando mais. Na base da vontade, despachava as bolas para o campo de ataque e garantiu a importante classificação para as quartas de final.

FICHA TÉCNICA:

RACING 1 X 3 SÃO PAULO

Gols: Rigoni, aos 44 do 1º tempo; Marquinhos, aos 4; Rigoni, aos 11; e Javier Correa, aos 17 do 2º tempo.

Racing: Arias; Sigali, M. Martínez e D. Martínez; Cáceres, Miranda (Lovera), Moreno (J. Correa), Piatti (M. Rojas) e Mena; Copetti e Chancalay. Técnico: Juan Antonio Pizzi. 

São Paulo: Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Liziero (Nestor), Sara, Benítez (Luan) e Welington; Rigoni e Marquinhos (Reinaldo). Técnico: Hernán Crespo.

Árbitro: Gustavo Tejera. 

Cartão Amarelo: Léo.

Local: Estádio Presidente Perón, em Buenos Aires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.