J.F. Diorio/AE
J.F. Diorio/AE

São Paulo pega Santo André para se manter na briga

Time do Morumbi pode assumira a liderança provória do Brasileirão se vencer o jogo deste domingo

GIULIANDER CARPES, Agencia Estado

20 de setembro de 2009 | 08h56

O mando de campo pertence ao adversário, mas é o São Paulo que se sentirá em casa quando entrar em campo neste domingo, às 16 horas, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, para enfrentar o Santo André. Os rivais decidiram jogar no interior paulista, em tese, por causa da reforma do gramado do Bruno José Daniel. Contudo, a ideia consiste principalmente em lucrar com renda mais vultosa. Tanto que, dos 28.477 ingressos, 26.477 serão disponibilizados para torcedores são-paulinos. Melhor para a equipe "visitante", que segue firme em busca do seu quarto título seguido do Campeonato Brasileiro. O jogo terá transmissão ao vivo pelo estadao.com.br e da Rádio Eldorado/ESPN AM 700 / FM 107,3

Veja também:

link São Paulo pega o Santo André de olho na ponta provisória

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

É uma arma a mais contra a pedra no sapato que a equipe do ABC paulista virou para o São Paulo na temporada. O Santo André está invicto contra o time tricolor: tem uma vitória (2 a 0), no Campeonato Paulista, e um empate (1 a 1), no primeiro turno do Brasileirão. Ambos os jogos foram no Morumbi.

O adversário da vez é o Santo André, mas ninguém no Morumbi se furta a pensar no clássico da semana que vem contra o Corinthians. Cinco jogadores estão pendurados com dois cartões amarelos. Ricardo Gomes deixará pelo menos dois deles no banco de reservas - o meia Marlos e o zagueiro Renato Silva - e pediu prudência para os atacantes Dagoberto e Borges e o defensor Miranda.

Ricardo Gomes conversou com os pendurados durante a semana. Não quer ver ninguém evitando as divididas para não tomar cartão. "Se tivermos de levar amarelo, vamos levar mesmo", afirmou o zagueiro Rodrigo, que entrará na vaga de Renato Silva e também quer garantir seu lugar no clássico.

No último treino antes do jogo, o São Paulo ensaiou jogadas com a bola parada, tanto ofensiva quanto defensivamente. O goleiro Rogério Ceni cobrou algumas faltas. Neste domingo, pode ter a chance de marcar seu primeiro gol na temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.